A FFP EM “STAND BY” | SóEsporte

Notícia esportiva em primeiro lugar!

A FFP EM “STAND BY”

São 5.200 páginas de um processo cujos arquivos digitais estão armazenados em 32 DVDs. Esse é o resultado, por enquanto, da operação policial desencadeada pelo Gaeco para apurar denúncias de graves irregularidades na Federação Paraibana de Futebol (FPF). Por conta das denúncias, comprovadas em gravações e documentos, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) resolveu afastar o presidente anterior, o senhor Amadeu Rodrigues, e nomeou um interventor. A questão é que a FPF tem um vice-presidente o qual atende pelo nome de Norman Barreiros, eleito legalmente pelas ligas desportivas do estado e pelos clubes de futebol profissionais.

Vale frisar que a CBF, uma instituição a qual nos últimos anos vem recheando as páginas policiais com escândalos e mais escândalos, faz uso de uma figura que é, politicamente falando, bastante antipática. Ao longo da história política do Brasil a imagem do interventor sempre esteve associada a um “corpo estranho” posto bem no meio de “águas turvas”. Por essa razão é que na capital paraibana a pergunta é uma só: “Porque a CBF não empossa, de uma vez por todas, o vice Nosman Barreiros no cargo de presidente da Federação?” O curioso em tudo isso é que foi o próprio Nosman quem tomou a iniciativa de denunciar os fatos e pedir investigação…
Pelo visto, a CBF não muda mesmo…

Por  Nonato Nunes

Obs: nesta sexta feira completa 65 dias

One comment

  1. augusto cezar /

    É melhor continuar com o interventor, o vice não presta,é pior do que o que saiu

Deixe um comentário