Notícia esportiva em primeiro lugar!

Árbitros paraibanos são impedidos de trabalhar devido a Operação Cartola que completa 63 dias

A arbitragem paraibana já foi respeitada em um tempo que tinha Erinaldo Olinto, Massilom Moreira, Clemildo Gomes, Miguel Félix, José Clizaldo que fez parte do quadro da FIFA. Mas infelizmente, agora nossos árbitros estão sendo descartados pela nacionalmente. Não estão sendo escalados para competições promovidas pela CBF débito a Operação Cartola que completa 63 dias sem uma solução. Com isso, sobre os envolvidos nestes caso e es árbitros ficha limpa.

Veja matéria do Já e Correio da Paraíba;

Nenhum árbitro pertencente à Federação Paraibana de Futebol está sendo escalado para competições promovidas pela CBF. O presidente do Sindicado dos Árbitros da Paraíba, Emanuel Diniz garante que já cobrou um posicionamento do interventor da FPF, Flavio Boson Gambogi e aguarda resposta.

Inicialmente, a CBF não estava escalando os árbitros e assistentes paraibanos Renan Roberto, Eder Caxias, João Bosco, Luiz Filepe, José Maria Neto e Josiel Ferreira que estão com os nomes envolvidos na Operação Cartola que investiga uma série de denuncias de compra de resultados no Campeonato Paraibano.

Mas, nas últimas rodadas a CBF deixou de escalar todos os integrantes do quadro nacional, como representantes da Paraíba. Os árbitros Clizaldo Marina e Emanuel Diniz. Os assistentes Márcio Freire, Oberto Silva, Tomaz Diniz e Kilden Tadeu deixaram de ser escalados.

“Eu, enquanto árbitro do quadro nacional, fui informado. Mas o Sindicato não foi formalmente informado desta determinação. Mantivemos contato com o interventor, e estamos solicitando possicionamento da FPF sobre a referida determinação, como também providências junto o MP para divulgação dos envolvidos no processo da Operação Cartola”, disse Emanuel Diniz.

De acordo com as informações da assessoria de comunicação da CBF, “a Corregedoria da Arbitragem da CBF sugeriu à Comissão de Arbitragem da entidade que não incluísse os árbitros da Federação Paraibana de Futebol nos sorteios dos Campeonatos Brasileiros devido à Operação Cartola”.

Nos últimos jogos dos times paraibanos Campeonato Brasileiro das Séries D e C até os árbitros reservas e analistas de campo são de outras federações. O exemplo é a partida pelo Campeonato Brasileiro da Futebol Feminino entre Botafogo x 3B Sport-MA que tem quinto pernambucano.

O árbitro é Vanderley do Nascimento Pereira. As assistentes são Karla Renata Santana e Daniele de Andrade Felipe. O quarto é Luciano Luís de Castro Silva e o analista de campo é Anderson Costa de Freitas. O jogo será amanhã, às 15h, no estádio da Graça, em João Pessoa.

Deixe um comentário