Atletismo mantém hegemonia nos Jogos Sul-Americanos | SóEsporte

Notícia esportiva em primeiro lugar!

Atletismo mantém hegemonia nos Jogos Sul-Americanos

Atletismo mantém hegemonia nos Jogos Sul-Americanos

 Assessoria de Imprensa da CBAt

Fonte: CBAt

Fernanda e Andressa: prata e ouro no disco (Cochabamba 2018)

O Atletismo brasileiro manteve sua hegemonia nos Jogos Sul-Americanos, cujo torneio foi encerrado nesta sexta-feira (dia 8), na cidade de Cochabamba, na Bolívia. Com uma delegação menor do que nas edições anteriores – 35 atletas, sendo 18 no masculino e 17 no feminino -, a equipe conquistou 27 medalhas nos quatro dias de evento, sendo nove de ouro, nove de prata e nove de bronze.

A Colômbia ficou em segundo lugar no quadro geral, com 23 conquistas (9 ouros, 9 pratas e 5 bronzes), seguida do Peru, com 15 (6, 7 e 2), da Venezuela, com 14 (6, 4 e 4) e Equador, com 13 (5, 4 e 4). Cochabamba fica a 2.600 m de altitude em relação ao nível do mar.

No último dia de competições do torneio promovido pela ODEPA e com delegação nacional formada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), o Brasil conquistou duas medalhas de ouro no Estádio GAMC, no Parque La Torre. Giovana Cavaleti venceu o heptatlo, com 6.081 pontos, ganhando seis das sete provas disputadas, obtendo recorde pessoal. O outro ouro foi obtido por Augusto Dutra, no salto com vara, com 5,50 m.

“Tivemos alguns problemas, como a contusão do Almir Junior, que era favorito no triplo. Mas o importante é que conseguimos manter a hegemonia sul-americana. Vários atletas alcançaram resultados muito bons e estamos felizes por fazer a nossa parte”, comentou o presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), Warlindo Carneiro da Silva Filho.

Pódios com brasileiros nesta sexta-feira

Heptatlo
1-Giovana Aparecida Cavaleti (BRA) – 6.081 pontos
2-Martha Valeria Araujo (COL) – 5.719
3-Camila Pirelli (PAR) – 5.503

Salto com vara
1-Augusto Dutra (BRA) – 5,50 m
2-Germán Chiaraviglio (ARG) – 5,40 m
3-Walter Alejandro Viafara (COL) – 5,00 m

Medalhas brasileiras no Atletismo

Ouro
400 m – Lucas da Silva Carvalho – 45.61
Dardo – Laila Ferrer – 60,25 m
110 m com barreiras – Eduardo dos Santos de Deus – 13.44 (0.2) – RC
Triplo – Nubia Soares – 14,59 m (0.2) – RB e RC
Peso – Darlan Romani – 21,21 m – RC
200 m – Vitória Cristina Rosa – 22.87 (1.0) – RC
Disco – Andressa Oliveira de Morais – 58,86 m
Heptatlo – Giovana Aparecida Cavaleti – 6.081 pontos
Vara – Augusto Dutra – 5,50 m

Prata
Altura – Valdileia Martins – 1,83 m
Distância – Paulo Sergio Oliveira – 8,12 m (0.7)
400 – Geisa Coutinho – 52.93
Altura – Fernando Carvalho Ferreira – 2,25 m
Distância – Eliane Martins – 6.66 m (1.5) – RC (marca igual à da campeã)
Triplo – Mateus Daniel de Sá – 16,76 m (-1.9)
200 m – Vitor Hugo dos Santos – 20.21 (0.5)
Disco – Fernanda Borges – 57,29 m
Vara – Juliana de Menis Campos – 4,20 m

Bronze
Dardo – Eloah Caetano Scramin – 57,42 m
Distância – Alexsandro Melo – 8,09 m (1.1)
Martelo – Wagner Domingos – 72,53 m
Decatlo – Felipe Vinicius dos Santos – 7.739 pontos
100 m – Vitor Hugo dos Santos – 10.12 (-0.7)
100 m – Vitória Rosa – 11.23 (-0.7)
Peso – Geisa Arcanjo – 17,30 m
400 m com barreiras – Marcio Teles – 49.78
4×100 m masculino – Brasil – 39.54*

*Lucas Carvalho, Vitor Hugo dos Santos, Aldemir Gomes Junior e Felipe dos Santos

RB = Recorde Brasileiro
RC = Recorde do Campeonato

Deixe um comentário