Notícia esportiva em primeiro lugar!

Botafogo se garante na terceirona

Foi no sufoco, mas o Botafogo-PB se manteve neste sábado (9) na Série C do Campeonato Brasileiro. A missão não era fácil: precisava vencer o líder Sampaio Corrêa, fora de casa, e ainda torcer por tropeço (empate ou derrota) do Moto Club contra o Fortaleza ou derrota do Salgueiro para o Remo. O Belo fez sua parte: venceu o Sampaio por 3 a 2, de virada, no Castelão. E ainda viu o Moto Club ser derrotado por 1 a 0 pelo Leão do Pici. Era o suficiente. Os botafoguenses escaparam da queda, o Moto Club foi rebaixado junto com o ASA e o Sampaio manteve a liderança e vai pegar o Volta Redonda no mata-mata do acesso. Foi uma noite de sábado emocionante.

 Em campo, no Castelão, o jogo começou com os donos da casa abrindo o placar com Isac. Ainda no primeiro tempo, Rafael Oliveira empatou, cobrando pênalti. A virada veio no segundo tempo, com Rafael Oliveira, de novo ele, marcando de cabeça, e com Dico completando, fazendo o terceiro. Isac ainda marcou seu segundo gol na partida, dando números finais no placar. Enquanto isso, na partida na capital cearense, que rolava ao mesmo tempo, o Fortaleza bateu o Moto Club por 1 a 0, decretando a queda do Rubro-Negro maranhense, rival do Sampaio.

Tendo a vitória como única meta na partida, o Botafogo-PB começou a partida no Castelão buscando o ataque. Queria o gol. Mas do que isso, precisava do gol. E criou as primeiras chances de marcar. Rafael Oliveira e Dico tentaram. Mas foi Marlon, pelo Sampaio, que chegou mais perto de marcar, após receber passe de Esquerdinha. No entanto, o Belo seguia tendo mais posse de bola. Até que, na segunda metade do primeiro tempo, o jogo esquentou de vez.

Lito tentou, Dico insistiu. Nada dava certo para o time paraibano. E piorou quando, aos 34 minutos, o Sampaio puxou um contra-ataque mortal. Marlon lançou Isac pelo lado direito. O atacante tricolor tocou na saída de Edson e colocou o time da casa à frente no placar. Oito minutos mais tarde, Dico foi derrubado por Maracás na área. Pênalti. Rafael Oliveira foi para a cobrança, bateu bem e convertou. Empatou aos 43. Antes do intervalo, ainda houve tempo para Marlon perder uma excelente chance para o Sampaio e de Dico desperdiçar uma chance de virar o jogo.

Virada, tensão, emoção…

A segunda etapa começou com o Sampaio jogando melhor, e Felipe Marques quase colocou o time da casa à frente no placar novamente. O Botafogo-PB parecia acuado. Mas esse cenário não demorou a mudar. Aos 12 minutos, Carlos Renato levou perigo. E dois minutos mais tarde, aos 14, Rafael Oliveira, de novo ele, aproveitou cruzamento de Dico e mandou para as redes. Era a virada do Belo. O resultado de que o time precisava para escapar da queda, já que o Moto Club seguia tropeçando contra o Fortaleza (a essa altura, o jogo na capital cearense estava empatado em 0 a 0). E bastaram apenas mais dois minutos para Dico – um dos melhores em campo – avançasse com a bola dominada e tocasse com estilo na saída de Alex Alves, para estufar as redes e fazer o terceiro para o Alvinegro da Estrela Vermelha.

Mas as emoções estavam longe de acabar. Até porque lá em Fortaleza o Leão do Pici abriu o placar, fazendo 1 a 0 sobre o Moto Club. A torcida do Sampaio comemorou, vendo seu rival ser rebaixado. Já em São Luís, o jogo ficou meio truncado, com o Botafogo-PB optando por trocar passes, administrar a posse de bola e segurar o placar que lhe mantinha na Série C. Mas aos 33, Isac aproveitou cobrança de falta na área do Belo e, de cabeça, tocou para vencer o goleiro Edson, diminuir a vantagem do time paraibano e deixar tudo ainda mais dramático. Até porque o Sampaio ainda imprimiu um sufoco no fim da partida. Mas o Botafogo-PB se segurou até o fim e, com a confirmação da derrota do Moto Club, o time paraibano escapou da queda.

Já o Tricolor Maranhense assegurou sua primeira colocação e vai enfrentar o Volta Redonda – quarto colocado do Grupo B – no mata-mata que vale o acesso à Série B de 2018.

fonte: Globo esporte

 

Deixe um comentário