Notícia esportiva em primeiro lugar!

Brasil derrota Peru por 5 a 0

A Seleção Brasileira de futebol de cinco conquistou a segunda vitória no Campeonato das Américas, realizado no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. Na tarde desta quinta-feira, 7, o quinteto comandado pelo técnico Fábio Vasconcelos derrotou o Peru por 5 a 0. O ponto alto foi a eficiente participação de jovens e novatos. Os gols brasileiros foram de Nonato, Jardiel, Maicon, Diaz (contra) e Thiago Paraná.

“O ponto positivo, além dos pontos conquistados, foi a estreia de Maicon e mais tempo de jogo de Jardiel, que são os mais jovens da equipe. Precisamos que eles rodem em jogo, para perder nervosismo e ansiedade. Eles já estão prontos, precisam se adaptar à Seleção. Temos mais dois jogos pela frente, eles terão mais oportunidade de jogar. Os dois jogaram bem, especialmente o Maicon. A Seleção em si teve altos e baixos, não foi um bom jogo no geral”, afirmou Vasconcelos, ao final da partida.

“Fico feliz pela renovação que está acontecendo no futebol brasileiro. A comissão técnica da Seleção tem feito um ótimo trabalho e mais um talento descoberto, o Maicon fez uma excelente partida hoje e sei que ele ainda vai trazer muitas alegrias para o Brasil”, comentou o gaúcho Ricardinho, melhor jogador do mundo entre os cegos, que ainda não balançou as redes nesta Copa América.

Agora os brasileiros somam sete pontos em nove possíveis. Na primeira rodada, na terça-feira, 4, a equipe ficou no empate sem gols com a Argentina, no dia seguinte, triunfo por 3 a 0 sobre a Colômbia. Nesta sexta-feira, 7, o desafiante será o México, a partir das 16h30 (de Brasília), no CT Paralímpico, com transmissão ao vivo do SporTV 2.

O Campeonato das Américas de futebol de cinco começou na terça-feira, e conta também com a participação de seis seleções: Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, México e Peru. Todos jogam contra todos na primeira fase, no campo de futebol de cinco do CT Paralímpico, na capital paulista, e os dois melhores avançam à final, no domingo às 11h, com transmissão ao vivo pelo SporTV 3.

O campeão garante vaga nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020. O Brasil é o detentor do título mundial, conquistado em Madri, Espanha, em 2018, e já está confirmado no mega-evento na capital japonesa no próximo ano. Caso o Brasil confirme o favoritismo e conquiste o título continental no CT paralímpico o posto nos Jogos 2020 será para o vice-campeão.

O Peru, adversário da tarde desta quinta-feira, 6, é a seleção de pior colocação no ranking mundial da IBSA (Associação Internacional de Esportes Cegos, na sigla em inglês), na 27ª colocação de 52 países. Por isso o técnico Fábio Vasconcelos preferiu poupar os titulares e lançou a campo jovens talentos, com três estreantes a camisa amarela em competições internacionais. A formação iniciou foi: Mateus, Damião, Maicon, Gledson e Jardiel.

A goleada, no entanto, começou a ser construída por uma das estrelas do time titular, no nono minuto da primeira etapa. Nonato gingou na entrada da área peruana e bateu de direita, sem defesa para o goleiro, para fazer um a zero.

Noventa segundos mais tarde, o Peru sucumbe ao talento dos jovens brasileiros. O baiano Maicon, estreante de apenas 17 anos, pressionou o defensor Segundo Diaz que tentou afastar a bola da entrada da área peruana, mas bateu errado na bola, que morreu mansinha no gol, próximo à trave direita do goleiro Felipe Ramirez, mal posicionado no lance.

O maranhense Jardiel, 22, aos 19 minutos da etapa inicial, fez o terceiro: cortou a defesa rival para a esquerda e bateu bonito, no canto inferior direito do gol, entre Ramirez e a trave.

“O sentimento é grandioso, marcar um gol pela Seleção é o sonho de qualquer garoto. Chegar à Seleção e na primeira partida como titular marcar gol é uma emoção inexplicável. Esse gol é muito importante para mim e para a minha mãe, dedico gol a ela. Achei que a bola não tinha entrado, porque ouvi o barulho do ferro, mas logo depois ouvi gritos da torcida e fui abraçar meus companheiros. Primeiro gol em casa, com todo mundo acompanhando é muito bom”, relatou Jardiel.

Trinta segundos foi a vez de Maicon, 19, sentir a emoção de marcar um gol para o Brasil. Ele fez uma bela jogada desde a lateral direita até o meio para superar a frágil retranca peruana e bateu forte, na cara do gol. Ramirez nada pôde fazer, a não ser buscar a bola no fundo da rede.

“É uma felicidade muito grande para mim, não sei explicar esse momento. Foi uma emoção muito grande poder marcar na estreia, jogar ao lado do Ricardinho e tantos outros jogadores tão experientes. Tenho muito o que aprender com eles ainda. Dedico esse primeiro gol à minha mãe que tanto lutou e insistiu para que eu ficasse no esporte”, disse, emocionado o baiano de Maraú, Maicon.

Com os quatro a zero garantidos, o Brasil diminui o ritmo na segunda etapa. Vasconcelos lançou Ricardinho a campo, que, sempre bem marcado, tentou ampliar o placar em três oportunidades, mas não obteve êxito. Uma delas foi o pênalti cometido pelo goleiro Ramirez, ao pegar a bola fora de sua área. De pé direito, o gaúcho acertou a trave direita do peruano.

Um minuto antes do apito final, Thiago Paraná pôs fim à goleada com um golaço. Em jogada individual, ele costurou todos os marcadores rivais e bateu rasteiro, entre as pernas do arqueiro visitante.

Deixe um comentário