Notícia esportiva em primeiro lugar!

Brasileiros se destacam na competição Fórmula SAE em Lincoln

Estudantes do Cefet (Minas Gerais) e da Unicamp (São Paulo) concorreram na competição mundial nas categorias Combustão e Elétrica, respectivamente
A equipe Fórmula Cefast, do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), foi primeira colocada na prova de Apresentação de Projeto na categoria Combustão da competição mundial Fórmula SAE Lincoln realizada no Lincoln Airpark (Nebraska-EUA).

Na classificação geral, a equipe mineira foi a 18ª da competição, que teve 80 equipes inscritas de sete países – Brasil, Canadá, Estados Unidos, Índia, Japão, México e Qatar. O primeiro lugar ficou com a norte-americana Texas A & M University.
Na categoria elétrica, a equipe Unicamp E-Racing, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp-SP), conquistou o 8º lugar entre as 34 equipes participantes, foi 4ª colocada na prova de Aceleração, e 5ª nas provas de Apresentação de Projeto e de Design.
 
Conquistas – A paulista Unicamp E-Racing foi 1ª colocada na categoria elétrica da 14ª Fórmula SAE BRASIL em 2017 e a mineira Fórmula Cefast, terceira colocada na categoria combustão. Esses resultados, obtidos na Fórmula SAE BRASIL, de âmbito nacional, realizada em Piracicaba (SP), garantiram às equipes brasileiras o direito de representar o País na competição mundial Formula SAE Lincoln, promovida nos Estados Unidos pela SAE International,
Carros – Os carros Fórmula SAE a combustão têm motores de quatro tempos e capacidade volumétrica máxima de 710 cm³. Já os elétricos são tracionados por motores alimentados a partir de baterias de até 600 volts, com autonomia de pelo menos 22 km e potência para atingir velocidade superior a 100 km/h e acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 3.7 s. A recarga das baterias é realizada em carga lenta, numa área com alto nível de segurança, em tomada especial de 220 volts trifásica.
História – Os carros Fórmula SAE surgiram nos EUA em 1978.  O projeto e a construção dos veículos são feitos por alunos sob orientação de professores e devem obedecer às regras e normas do regulamento SAE da competição, disponíveis no site da SAE BRASIL (www.saebrasil.org.br). 
Além do Brasil, que entrou no circuito em 2004, Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Austrália, Áustria, Espanha, Hungria, Itália e Japão também são países-sede das competições Fórmula SAE Combustão. Na categoria Elétrica fazem parte das competições os EUA, Alemanha, Itália, Inglaterra, Austrália e, desde 2013, o Brasil.
“Os programas estudantis da SAE BRASIL têm obtido sucesso entre os jovens e se mostrado celeiros de talento e inovação a ponto de cativar apoio e reconhecimento da indústria ao programa”, ressalta Mauro Correia,  presidente da SAE BRASIL.
com informações da ascom

Deixe um comentário