Notícia esportiva em primeiro lugar!

Cerimônia de abertura Jogos Escolares da Juventude Curitiba 2017 acontece nesta terça, dia 12

Vai ser dada a largada para os Jogos Escolares da Juventude Curitiba 2017! A maior competição escolar do Brasil e celeiro de talentos para o esporte nacional inicia mais uma edição para jovens atletas de 12 a 14 anos. Nesta terça-feira, dia 12, será realizada a Cerimônia de Abertura do evento, no ginásio do Circulo Militar, em Curitiba (PR), a partir das 18 horas. As competições em nove esportes individuais começam na quarta-feira, dia 13. A entrada é gratuita para o público em todos os locais de competição.

Detectar talentos para o alto rendimento do esporte brasileiro é apenas um dos objetivos dos Jogos Escolares. “Desde que assumimos este projeto em 2005, os Jogos cresceram de forma bastante consistente. Hoje o evento está consolidado como referência internacional e possuem a missão principal de inserir socialmente os jovens através do esporte”, afirmou Edgar Hubner, diretor geral dos Jogos Escolares e gerente geral de juventude do COB.

O evento está consolidado e a cada ano conta com a participação de mais escolas e municípios de todo país. O projeto dá a oportunidade de jovens de locais distantes dos grandes centros competirem em um evento de abrangência nacional e com rigorosos padrões de organização. “A meta é continuar crescendo e para isso temos que disseminar o projeto através da valorização do profissional de Educação Física. Eles têm uma função primordial na inserção dos jovens no esporte e devem ter todas as condições para educar seus alunos. O esporte como ferramenta de transformação social é o principal pilar dos Jogos Escolares”, declarou Hubner.

Campeões olímpicos como Sarah Menezes, do judô, mundiais, como a também judoca Mayra Aguiar, atletas como Raul Togni Neto, o Raulzinho (hoje na NBA); Rosamaria Montibeller e Drussyla, da seleção feminina de vôlei; Ana Cláudia Lemos, Rosângela Santos, Geisa Arcanjo e Darlan Romani, do atletismo; Samira Rocha, do handebol; Emanuelle Lima, da GR; Hugo Calderano, do tênis de mesa, e até uma medalhista em Jogos Paralímpicos – Bruna Alexandre, também do tênis de mesa – já passaram pelos Jogos Escolares da Juventude.

“Por aqui tem passado medalhistas olímpicos e pan-americanos como Sarah Menezes, bicampeão dos Jogos Escolares. Tivemos a satisfação de identificar um crescimento considerável na participação dos atletas que disputaram os Jogos Olímpicos da Juventude. Em Nanquim 2014, 72% dos atletas que participaram da competição passaram pelos Jogos Escolares. No mundial de judô sub-18 desse ano, por exemplo, todos os participantes competiram nos Escolares”, lembrou Hubner.

As competições de nove esportes começam nesta quarta-feira. Jovens de todo o Brasil vão em busca de medalhas no atletismo, badminton, ciclismo, judô, ginástica rítmica, luta olímpica, natação, tênis de mesa e xadrez. No domingo, dia 17, terão início as modalidades coletivas: basquete, futsal, handebol e vôlei.

14 atletas do atletismo e da natação, todos estreantes no evento, visitaram o Centro de Convivência neste domingo

RecuperaImagemRecortada. COB

Com 14 atletas da capital Rio Branco e dos municípios de Bujari e Cruzeiro do Sul, parte da delegação do Acre que vai disputar os Jogos Escolares da Juventude Curitiba 2017 desembarcou na capital paranaense na noite do sábado, dia 9. Neste domingo, eles conheceram o Centro de Convivência dos Jogos, no ginásio do Tarumã, almoçaram no refeitório e seguiram para o Jardim Botânico, um dos principais pontos turísticos da capital paranaense.
Todos os jovens atletas de 12 a 14 anos estrearão na maior competição estudantil do Brasil. Entre eles está o nadador Eduardo Augusto Vasconcelos, de 13 anos, que vai disputar as provas de 50m livre, 50m e 100m borboleta. Eduardo gostou da ideia de conhecer um pouco mais a cidade. “A viagem foi ótima, muito melhor do que a gente esperava”, disse o jovem, focado na competição.
Além dos atletas, a delegação acreana conta, por enquanto, com três oficiais, três professores e uma mãe. Heledir Tech é a mãe coruja de toda a turma que acompanha a filha Ilsielly Larissa Tech, caçula da equipe, com apenas 12 anos, que cairá na piscina em três provas (50m livre, 50m borboleta e 50m costas). “Não basta ser mãe, tem que participar”, brincou Heledir. “Todos esses meninos e meninas tem muita força de vontade. Eles não têm apoio, mas amam o esporte que praticam e todos sonham em conquistar medalha”.
Kauã Santos, de 14 anos, também faz parte da delegação. Ele vai disputar os 75m e o salto em distância. Apesar das dificuldades que encontra em seu estado para treinar, ele garante que vai entrar na competição com sangue nos olhos. “A gente não tem pista oficial com piso sintético. Treinamos na pista de cimento da Universidade Federal do Acre. Mas estamos aqui e pretendemos superar todos os obstáculos”, afirmou.
Além do atletismo e da natação, o Acre contará com atletas nas disputas de xadrez, basquete, handebol, futsal e vôlei. Nos quatro esportes coletivos, o estado terá representantes tanto no masculino quanto no feminino.

Deixe um comentário