Notícia esportiva em primeiro lugar!

Daniel Cargnin sagrou-se campeão mundial sub-21 na Cróacia

O judô sogipano segue sendo o mais tradicional do país. Nesta quinta-feira, dia 19 de outubro, Daniel Cargnin, 20 anos, chegou ao lugar mais alto do pódio no Mundial Sub-21, em Zagreb, na Cróacia. Daniel venceu o uzbeque Artyon Shturbabin por um waza-ari na decisão da categoria -66kg.
O judoca lembra muito um velho conhecido dos sogipanos: João Derly, que lutou na mesma categoria de Daniel e também foi campeão júnior em 2000 – depois, foi duas vezes campeão mundial sênior. Esta é a segunda medalha de Daniel nesta competição. Em 2015, ele havia conquistado a medalha de bronze.
O seu caminho até a final começou com vitória por um waza-ari sobre Karo Marandian, da Ucrânia. Na sequência, ele derrotou o argentino Minoru Tamashiro por ippon e Somon Makhmadbekov, do Tajiquistão, por um waza-ari.
Na semifinal, o brasileiro forçou duas punições – uma no golden score – ao georgiano Bagrati Niniashvili para chegar à sua primeira final de Mundial Júnior.
DOBRADINHA SOGIPANA – Como em 2014, a Sogipa conquistou a dobradinha nos Campeonatos Mundias Sênior e Sub-21. Em 2017, Mayra Aguiar foi campeã do mundo, no adulto, e Daniel Cargnin, no júnior. No de 2014, Mayra venceu no adulto e Rafael Macedo no júnior.
DAVID LIMA FICA EM QUINTO LUGAR – O judoca Sogipano chegou a disputa pelo bronze, mas acabou derrotado pelo giorgiano Tato Grigalashvili e ficou com a quinta colocação após uma decisão contestada dos árbitros.
David começou com três vitórias seguidas sobre Jon Vrenozi (Albânia), Ishen Amanov (Quirguistão) e Martin Hojak (Eslovênia). Nas quartas-de-final, perdeu para o turco Bilal Ciloglu. Se recuperou e na repescagem, venceu com um ippon o francês Hugo Metifiot.
TIAGO PINHO EM AÇÃO NA SEXTA-FEIRA – Último sogiano a ir ao tatame no mundial, Tiago Pinho compete na sexta-feira, a partir das 6h, na categoria 81kg.
QUADRO DE MEDALHAS DA SOGIPA EM MUNDIAIS:
Sub-21:
quatro ouros (João Derly/2000; Mayra Aguiar/2010, Rafael Macedo/2014 e Daniel Cargnin/2017);
uma prata (Mayra Aguiar/2008);
cinco bronzes (Moacir Mendes Júnior/2000; Taciana de Lima/2002, Mayra Aguiar/2006, Mayra Aguiar/2009, Daniel Cargnin/2015).
Sênior:
5 ouros (João Derly/2005, João Derly/2007, Tiago Camilo/2007, Mayra Aguiar/2014 e Mayra Aguiar/2017;
1 prata (Mayra Aguiar/2010);
3 bronzes (Mayra Aguiar/2011), Mayra Aguiar (2013), Érika Miranda (2017).

Deixe um comentário