Notícia esportiva em primeiro lugar!

Banner Turismo em Foco web

Dia das Mulheres Negras da América Latina e do Caribe é Comemorado em João Pessoa nesta terça-feira, no Parque da Lagoa

Nos últimos dez anos, aumentou em 54% o número de mulheres negras assassinadas, enquanto que 77% de jovens assassinados no Brasil são negros. Esses e outros temas relativos à pessoa negra, serão denunciados durante um Ato Político e Cultural, nesta terça-feira, 25, às 14h, no Parque da Lagoa. O evento celebra o 25 de Julho, Dia das Mulheres Negras da América Latina e do Caribe.

O Ato é coordenado pela Organização de Mulheres Negras na Paraíba- (Bamidelê) e da Abayomi – Coletiva de Mulheres Negras da Paraíba. Conta com a parceria de entidades feministas e grupos de vários segmentos sociais locais.

Sob o tema: “ Mulheres Negras Resistem Contra o Racismo, a Violência e Pela Democracia”, a programação do 25J teve início no dia 13 e se encerra no dia 29 deste mês. Na tarde de hoje, com uma vasta programação, com a realização shows musicais com artistas negras, apresentação de capoeira, danças, côco de roda, maracatu e outras atrações.

As cantoras Glaucia Lima e Meire Lima (JP), O Côco de Roda das Caianas dos Crioulos, do município de Alagoa Grande, além do Coral Voz Ativa fazem parte da programação do palco, que conta também com o Coco das Manas, a Capoeira Afro Nagô, e outras apresentações.

Ao redor do palco, terá uma feirinha de artesanato e comidas afro, produzidas por entidades e mulheres negras empreendedoras da Paraíba, inclusive mulheres quilombolas. Haverá desfile de roupas e penteados afro e oficinas de tranças e da boneca Abayomi.

A programação do 25J se encerra no dia 29, às 14h, no auditório da Associação de Docentes da Paraíba (ADUF-PB), na UFPB, com a realização de uma roda de diálogo “Discutindo o feminismo negro e lésbico: construindo a visibilidade, dignidade e respeito”.

História – Desde 1992, as mulheres negras celebram o 25 de julho. Nesse ano, foi realizado o I Encontro de Mulheres Afro-Latino Americana e Caribenha, em Santo Domingo, na República Dominicana, sendo definida essa data como um dia de luta das mulheres negras. Na Paraíba, há 19 anos, a Bamidelê vem desenvolvendo ações e articulando parcerias para dar visibilidade à data.


O prazer de dirigir bem equipado

Deixe um comentário