Notícia esportiva em primeiro lugar!

É campeão! Mineirinho dá segundo título ao Brasil e entra para história do surfe

Demorou dez anos, mas Adriano de Souza finalmente alcançou sua glória máxima e conquistou pela primeira vez o Circuito Mundial de Surfe (WCT). Integrante mais experiente da Brazilian Storm, expressão criada em 2011 pela imprensa americana para se referir à nova geração de surfistas brasileiros que vem se destacando no cenário internacional, ele contou com a ajuda de Gabriel Medina, que eliminou Fanning na semifinal, superou o havaiano Mason Ho em Pipeline e entrou para a história da modalidade.

REPRODUÇÃO / TWITTER

Mineirinho vive melhor momento de sua carreira
Mineirinho vive melhor momento de sua carreira

O Brasil teve um ano perfeito no mundo do surfe. Além do título mundial de Adriano de Souza, o país foi o maior vencedor de etapas da primeira divisão (WCT) desta temporada, foi campeão da divisão de acesso (WQS), da Tríplice Coroa Havaiana, ainda teve o estreante do ano na elite do esporte e faturou mais da metade das provas do ano. A vitória de Adriano de Souza em Pipeline, Meca da modalidade, também foi inédita, assim como a final 100% verde-amarela no Havaí

Na bateria histórica do Pipe Masters, Mineirinho provou seu melhor momento e, com um somatório de 14,07, superou Gabriel Medina e se juntou ao seleto grupo de campeões da etapa mais desejada dos atletas.

“Essa vitória foi um superbônus. Ser como Jamie (O’Brien), Kelly (Slater)… não tenho palavras. Sou um abençoada, foi tudo maravilhoso. O mar hoje não estava tão bom, mas isso aqui ainda é Pipeline, ainda é Backdoor. Queria agradecer todos os brasileiros que torceram por mim”, disse após vencer a etapa.

Sobre Gabriel Medina, Mineirinho fez questão de agradecer o compatriota, deixando claro que sem o título do amigo no ano passado, ele não teria conquistado seu troféu neste ano.

“Sem ele (Medina), eu nunca seria campeão. Foi ele que me mostrou o caminho para chegar até aqui. Tenho que agradecer não apenas ele, mas toda sua família. Dividir esse momento com ele na final é maravilhoso”, completou.

Guilherme Dorini, do ESPN.com.br

Deixe um comentário