Notícia esportiva em primeiro lugar!

Equipe amadora supera dificuldades com boas relações

“Promover o esporte amador é algo muito díficil em nosso país. É algo para quem, como o próprio nome diz, ama.”
Estas são as palavras de Alexandre Menezes, presidente do Nativus Futebol Clube, considerado herói, como outros centenas de dirigentes amadores, por manter viva a chama do esporte, que só traz benefícios à sociedade de um modo geral.
Mesmo com o futebol sendo uma paixão nacional, atraindo sempre grande público praticante e apreciador, a modalidade, no amadorismo, sofre uma dura realidade para os que se dispõem a fazer. O Nativus, apesar de ser de bairro nobre da capital paraibana, vivencia diariamente a dificuldade de manter um clube ativo no cenário esportivo, ou seja, sempre participando de competições e mantendo uma base de elenco.
Atual campeão do Bessa, o time vem se destacando pelo estilo de amizade e familiar na relação entre dirigentes, atletas e torcedores. Exemplo disto é o atacante, Eliomar Baby, grande artilheiro do futebol amador, sondado por várias equipes, de diferentes bairros, com propostas muito boas. Mas Baby prefere continuar atuando no Nativus. “Desde que cheguei aqui no time sempre foi esse clima de amizade, que contagia até nossas famílias, sempre presentes nos jogos e confraternizações. É algo muito importante. Geralmente não vemos isso em outros clubes amadores.” Comentou o atacante.
Este modo de relação, levado muito a sério no clube, tem sido o diferencial. O Nativus é o atual campeão do bairro do Bessa e vem obtendo bons resultados nas competições que participa.
“Este modo com que o Nativus procura tratar o elenco é algo que nos traz um resultado maravilhoso, dentro e fora de campo. Posso dizer, sem medo de errar, o Nativus é uma família”. Finalizou Alexandre.

Tiago Ferreira

O prazer de dirigir bem equipado

Deixe um comentário