Notícia esportiva em primeiro lugar!

Espectros vira sobre Caçadores e avança para final do Nordeste

Espectros vira sobre Caçadores e avança para final do Nordeste

 

foto: instagram

O roteiro pode ter sido mais difícil do que todos poderiam imaginar no início da temporada, mas a conclusão é a mesma: o João Pessoa Espectros está na fina da Conferência Nordeste. O atual vice-campeão nacional e nove vezes triunfante das competição ou Conferências Nordestinas parece ter sofrido com a derrota para o Recife Mariners e hoje também encontrou dificuldades contra um Ceará Caçadores muito inteligente. Os visitantes gastaram o relógio e deram pouco tempo para o ataque local ficar em campo. Mesmo assim, a vitória veio para os paraibanos – 10 a 7.

O jogo

Após ataque sem frutos do Espectros, o Caçadores avançou ao poucos, inclusive usando uma quarta descida para chegar até a linha de 25 jardas, forçando os donos da casa a pedirem seu primeiro timeout. Já na redzone, outra tentativa na quarta descida e o quarterback americano Talon Roggasch correu as jardas necessárias para garantir novas chances cearenses.

Com um passe arriscado no meio, Talon colocou o Caçadores na linha de goal. Maranhão tentou a primeira e deixou os cearenses na jarda dois de ataque. Após timeout visitante, Maranhão conseguiu o touchdown e André confirmou o ponto-extra: 7 a 0 Caçadores.

Os visitantes gastaram bem o relógio e a partida já foi para o segundo quarto durante a segunda campanha de ataque do Espectros. Os paraibanos garantiram o first down com a boa corrida do running back Jonatha Carvalho. Empolgado, o quarterback Alex Niznak levou o Caçadores para a redzone, após corrida de 25 jardas. Após bom trabalho defensivo do Caçadores, o Espectros foi obrigado a arriscar a quarta descida. Apesar da recepção, a bola ficou na linha de uma jarda e a posse para os cearenses.

Com a chuva aumentando, o Caçadores não forçou passes e ficou dentro da jarda cinco. Antes do punt, os visitantes pediram seu segundo timeout. Na sequência, Flavinho não retornou muito, mas deixou o time paraibano já na jarda 30 de ataque.

Niznak escapou da marcação e achou o wide-receiver Bruno livre na endzoneTouchdown Espectros e ponto-extra de Diego Aranha: 7 a 7 no placar. Com o Caçadores gastando o relógio, o primeiro tempo acabou com o placar empatado.

O Espectros voltou embalado, com Niznak fazendo uma jogada de muito sangue frio e precisão no passe com Vitor Ramalho. Na jogada seguinte, um holding na corrida de Jonatha fez os anfitriões voltarem para a jarda 20 de ataque. A saída foi o field goal com Diego Aranha, garantindo mais três pontos para os paraibanos – 10 a 7 Espectros.

O Caçadores voltou para o ataque em linda corrida de Talon Roggasch, ganhando 20 jardas. Para continuar avançando, o Caçadores tentou passes, mas Cox marcava bem o principal alvo cearense, o craque Marlos Reis.

O último quarto começou com os times um tanto nervosos, cometendo muitas faltas e não conseguindo sobressair suas ofensivas sobre as defesas adversárias. A chuva, mais forte que no primeiro tempo, também não colaborou. O Espectros conseguiu avançar até à redzone, mas foi prudente, ajoelhou na bola e garantiu a passagem para mais uma final de Conferência Nordeste.

O que vem por aí?

É o fim da temporada para o Ceará Caçadores, enquanto o João Pessoa Espectros espera até a semana que vem para saber quem enfrentará na final da Conferência Nordeste: se o Recife Mariners ganhar, o time volta ao palco de sua maior derrota; se o Bulls Potiguares vencer, os paraibanos receberão mais uma final de Conferência em casa.

Fonte: Salão Oval

Deixe um comentário

Error, no Ad ID set! Check your syntax!
Error, no Ad ID set! Check your syntax!