Notícia esportiva em primeiro lugar!

Etapa Nordeste 2017 da Baja SAE BRASIL começa amanhã em Salvador (BA)

Universitários de seis Estados do Nordeste e Distrito Federal participarão da competição regional de engenharia

 Universitários de seis Estados do Nordeste – Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte, além de Distrito Federal, já aceleram os motores de 18 veículos off-road. Eles disputarão a Competição Baja SAE BRASIL – Etapa Nordeste 2017, que será realizada de 10 a 12 de novembro, em Salvador, Bahia. 
Agrupados em 18 equipes, mais de 300 estudantes inscritos participarão de diversas provas com veículos denominados Baja SAE, que foram projetados e construídos sob a supervisão de professores, dentro de suas respectivas instituições de ensino. Eles serão avaliados por juízes, todos engenheiros da mobilidade.
A programação começa no dia 10, quando os estudantes farão as apresentações orais dos projetos. No dia 11, os carros passarão por avaliações de segurança, conforto e motorização, além de provas dinâmicas, que testam suspensão, tração, aceleração e dirigibilidade. Para o último dia, está previsto o enduro de resistência, a prova mais esperada da competição, com três horas de duração.
A equipe Cactus Baja SAE, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), foi a vencedora da competição regional no ano passado, disputada pelas 17 equipes inscritas.
Etapa Nordeste – Como as demais competições regionais da SAE BRASIL, a Etapa Nordeste é preparatória para a Competição Baja SAE BRASIL, de âmbito nacional, que é realizada anualmente no primeiro semestre do ano, no Interior de São Paulo, com a participação equipes de todas as regiões do Brasil.
“Os programas estudantis da SAE BRASIL motivam os jovens à carreira de engenharia e lançam desafios encontrados na prática profissional que levam muito além do conhecimento acadêmico adquirido na sala de aula”, analisa Mauro Correia, presidente da SAE BRASIL.
Carros – Os veículos Baja SAE são protótipos de estrutura tubular em aço, monopostos, para uso fora-de-estrada, com quatro ou mais rodas e motor padrão de 10 HP, que devem ser capazes de transportar pessoas com até 1,90m de altura e com até 113,4 kg. Os sistemas de suspensão, transmissão e freios, assim como o próprio chassi, são desenvolvidos pelas equipes, que têm, ainda, a tarefa de buscar patrocínio para viabilizar o projeto.
PROGRAMAÇÃO
Dia 10 (sexta-feira), das 8h às 16h – Apresentações orais dos projetos.
Dia 11 (sábado), das 7h às 18h – Avaliações (segurança, conforto e motorização) e provas dinâmicas (suspensão, tração, aceleração e dirigibilidade) – Todas as atividades são simultâneas.
Dia 12 (domingo), das 9h às 12h – Enduro de resistência. Das 13h30 às 14h30 – Premiação.
Toda a programação do fim de semana é aberta ao público.

Deixe um comentário