Notícia esportiva em primeiro lugar!

Banner Turismo em Foco web

Maria Elisa e Carol Solberg ficam com o ouro em Haia

A festa no topo do pódio do torneio feminino em Haia, parada holandesa do Circuito Mundial 2017, foi brasileira. Neste domingo (18.06), Maria Elisa e Carol Solberg (PE/RJ) conquistaram a medalha de ouro ao vencerem na decisão a dupla suíça Heidrich/Vergé-Dépré por 2 sets a 0 (21/17 e 21/11).

Este foi apenas o segundo evento da dupla, que precisou jogar o Country Quota (disputa entre duplas do mesmo país por uma vaga no campeonato), e o torneio de qualificação para então alcançarem a chave principal. Por isso, para chegarem à medalha de ouro, elas precisaram jogar três partidas a mais que as adversárias da final.

“Estamos muito felizes. Viemos jogando desde o Country Quota, então foi uma semana muito longa para nós. A gente fica até meio confusa, porque é uma mistura de felicidade e cansaço. Mas é sempre bom jogar aqui na Holanda, então vamos comemorar. Agradeço ao nosso time e ao nosso técnico”, disse Carol Solberg.

Na partida contra as suíças, as meninas do Brasil dominaram as ações desde o começo. O saque de Maria Elisa e o bloqueio de Carol deram muito trabalho às adversárias, que, no segundo set, tiveram muitas dificuldades com o passe. Após o último ponto, Maria comemorou com a torcida, inclusive com algumas palavras em holandês.

“Há dois anos um grande amigo meu holandês faleceu. Ele sempre torceu por mim, então tenho um carinho grande por este país, este título eu dedico a ele. Estou muito contente pela vitória, tivemos que jogar três partidas a mais, então o cansaço também é grande, mas a felicidade é ainda maior”, contou Maria.

Na disputa pelo bronze também deu Brasil. Ágatha e Duda (PR/SE) venceram Sarah Pavan e Melissa Humana-Paredes, do Canadá, por 2 sets a 1 (16/21, 21/13 e 15/11).

Esta é a nona etapa da temporada 2017 do Circuito Mundial, sendo a quarta na categoria três estrelas, que distribui 150 mil dólares em prêmios aos atletas. Neste ano os eventos são elencados de uma a cinco estrelas, de acordo com a importância, pontuação e premiação.

Nos sete torneios realizados em Haia, todos com competição nos dois naipes, o Brasil conquistou nove ouros (três com os homens e seis com as mulheres).

O Brasil soma nove medalhas em quatro etapas disputadas no tour (veja a lista abaixo) e lidera o ranking feminino: Ágatha/Duda e Larissa/Talita somam 2.120 pontos, com Fernanda/Bárbara Seixas em terceiro, com 1.600 pontos. No naipe masculino, Álvaro Filho e Saymon são os vice-líderes, com 1.700 pontos, 80 a menos que os russos Liamin/Krasilnikov.

BRASIL NO CIRCUITO MUNDIAL 2017

Etapa Fort Lauderdale (EUA) – 5 estrelas
Álvaro Filho/Saymon – ouro
Larissa/Talita – ouro
Evandro/André Stein – prata
Ágatha/Duda – prata

Etapa Xiamen (China) – 3 estrelas
Fernanda Berti/Bárbara Seixas – ouro

Etapa Rio de Janeiro (Brasil) – 4 estrelas
Alison/Bruno Schmidt – ouro
Ágatha/Duda – ouro

Etapa Moscou (Rússia) – 3 estrelas
Larissa/Talita – ouro
Ágatha/Duda – bronze

Etapa Haia (Holanda) – 3 estrelas

Maria Elisa/Carol Solberg – ouro

Ágatha/Duda – bronze


O prazer de dirigir bem equipado

Deixe um comentário