Notícia esportiva em primeiro lugar!

Médico do Treze destaca o avanços da medicina esportiva

Há 20 anos envolvido com a medicina esportiva, Antonio Nelbe Fernandes, especialista em Ortopedia e Traumatologia, destaca a evolução dos equipamentos na preparação de atletas. Médico do Treze de Campina Grande, Nelbe fala da importância da orientação para a prática em todas as modalidades no esporte.

O trabalho médico no esporte, segundo ele, deve ser iniciado a partir da formação do atleta na base. Quando isso acontece, garante o médico Nelbe Fernandes, o clube, o atleta e o esporte ganham. “A cada dia, o avanço neste campo, traz novidade em todos os aspectos”, enfatiza o especialista.

O objetivo da modernidade em equipamentos serve para análise fisiológica do exercício. Hoje, avalia Nelbe Fernandes, a biomecânica aplicada ao esporte e à atividade física está aliada, para o crescimento evolutivo. Ele ainda destaca a importância da nutrição e rendimento esportivo.

O crescimento do futebol depende de uma série de componentes. A medicina tem uma importância decisiva neste contexto. De acordo com Nelbe Fernandes, as avaliações físicas estão definitivamente interligadas para o desenvolvimento esportivo e o papel do médico conta decisivamente.

Os estudos médicos-esportivos têm tratado da avaliação morfológica, teoria do treinamento esportivo e a prescrição de exercícios para grupos especiais. E isso, destaca Nelbe Fernandes, é graças à evolução da medicina e fisioterapia esportiva. Com esta modernidade de equipamentos a atividade física alerta e, principalmente, é prevenção para os problemas cárdicos.

O papel do médico no esporte também tem outra importância: evitar o dopping. “É preciso ter cuidado com alimentação e os remédios” disse Nelbe Fernandes. Segundo ele, o futebol especialmente vive de motivação, pois as cobranças pela vitória são muitas e o médico precisa acompanhar de perto todo este processo para este tipo de problema.

Nos dias atuais são comuns certos tipos de abordagem no treino e reabilitação física. Por isso, a medicina esportiva como especialidade médica precisa está focada, para evitar o máximo o dopping. Este tema destaca Nelbe Fernandes, tem sido motivos de grandes palestras.

Paralelamente, os médicos procuram prevenir os atletas para evitar contusões. Segundo Nelbe Fernandes, isso tem acontecido devido os avanços da medicina esportiva.

Deixe um comentário