Notícia esportiva em primeiro lugar!

Treze, Campinense e Botafogo batem recorde em contratações

A crise no futebol paraibano revela dados que chegam a ser inimagináveis. Os três principais clubes do Estado – Botafogo, Treze e Campinense -, juntos, já utilizaram 176 jogadores somente na atual temporada. O Botafogo é líder em número de jogadores que passaram pelo clube, num total de 72 atletas. O Treze inscreveu para as competições que participou nesta temporada 54 jogadores. Já o Campinense inscreveu 50 atletas em 2010.

Esse verdadeiro exército de atletas tem um preço, mas, os valores das contratações não são revelados pelos clubes. É um assunto sigiloso e guardado em segredo sob sete chaves. O Departamento de Registro da Federação Paraibana de Futebol também se negou a fornecer qualquer informação sobre os salários e os contratos dos atletas com os clubes, seguindo orientação da Confederação Brasileira de Futebol.

A reportagem apurou, entretanto, que os contratos entre os clubes e jogadores são registrados na FPF com valores que não condizem com a realidade. Segundo o gerente de Futebol do Campinense, Fábio Carvalho, a média salarial do clube é de R$ 800. Esse valor reforça a tese de que os dirigentes preferem anunciar salários ‘não oficiais’, não assumindo o quanto pagam pelos contratos ou mesmo pelos salários dos jogadores.

O presidente do Campinense, Rômulo Leal, concorda que existe uma certa desorganização no tocante a contratação de tantos jogadores para uma só temporada, mesmo admitindo que o calendário inconstante para nossos clubes. Ele lembrou que o Campinense passou pelo mesmo problema do Treze.

“Os contratos dos jogadores que disputavam o Campeonato Brasileiro da Série C estavam programados para ser encerrados em dezembro, mas o Campinense não passou para a segunda fase. Com isso, tivemos de desfazer o elenco, pois não podemos contar com todos os atletas na Copa Paraíba que é Sub 21”, afirmou Leal.

O dirigente revelou que dos jogadores contratados para as disputas do Campeonato Paraibano apenas um – o volante Lima – ficou para o Campeonato Brasileiro da Série C, depois da saída do treinador Freitas Nascimento e a entrada de Suélio Lacerda. “Fica difícil montar um grupo de uma competição para outra e com isso, o clube acaba gastando mais”, reconheceu.

Para gerente de futebol do Botafogo, João Maria Belmont, o clube fica com parte do elenco que disputou os Paraibano e Nordestino, mas precisa contratar outros valores com idade adequada com a Copa Paraíba Sub 21. Ele explicou que pela necessidade do clube lutar pelo título teve de buscar jogadores, que, mesmo jovens, têm experiência por terem disputado competições profissionais.

Ele citou Eliezer como exemplo, que disputou vários jogos pelo Mogi Mirim, de São Paulo, no Estadual Paulista, e Sorato, que foi titular em vários jogos do ABC de Natal. A proposta do Botafogo, segundo ele é conquistar a Copa Paraíba e voltar a representar o Estado na Copa do Brasil de 2011.

O Botafogo que disputou na temporada o Paraibano e o Nordeste e disputa a Copa Paraíba. O Treze disputou o Campeonato Paraibano, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro da Série D e ainda participa do Campeonato do Nordeste e o Campinense disputou o Certame Estadual, Brasileiro da Série C e atua pela Copa Paraíba.

O Botafogo contou com três treinadores este ano, Argeu dos Santos, Itamar Shuller nas disputas do Campeonato Paraibano. Itamar ficou ainda até as quatro primeiras rodadas do Campeonato do Nordeste e depois Francisco Diá assumiu o elenco.

Os jogadores que passaram pelo Botafogo são seguintes: Genivaldo, Cezar, Walace, Nininho, Zé Wilke, Rafinha, Marciano, Pedrosa, Rogério, Ricardo Oliveira, Michel, Felipe, Geriel, Flamarion, Reginaldo, Val, Gean, Marcilio, Ivan, Juninho Petrolina, Kel, Sostenes, Chapinha, Juninho Paraíba, Andrezinho, Dimas, Leo Papel, Marlos, Rafael Batista, Luciano Fonseca, Edmundo, Paulinho Macaiba, Adão, Tinho, Alyssom, Camilo, Célio, Cláudio Ribeiro, Danilo, Manu, Igor, Mauricio Pantera, Paulinho Macaiba, Rafael Batista, Rafinha, Ricardo Oliveira, Ricardo Miranda, Rodrigo Camutanga, Rogerio, Servulo, Washingtom, Zaquel, Wille, Adriano Peixe, Michel, Tiago Mexerica,Tiago, Célio, Zé Maria, Ednaldo, Ronaldo Capixaba, Túlio, Evertom, Paulo Geovani, Eliezer, Sorato, David, João Heleno, Soares, Fabio Silva, Picui, Altemar Marquinhos, Matias, Wandeilsom e Mael.

O Treze estava com o treinador Marcelo Vilar deste do ano passado. Ele deixou o clube na semana passada.

O Treze contou com os seguintes jogadores ao longo desta temporada: Alexandre, Alisson, Anderson, Andre de Lima, Niel, Raniere, Piva, Tony, Cleidson, Eduardo, Carlos, Beto, Cléo, Clóvis, Diego, Douglas, Elton, Felipe Blau, Fernando, George, João Paulo, Jonny, Mandrago, Miltinho, Leomir, Rone, Rone Dias, Tiago Messias, Vavá, Pio, Vagner, Wanderson, Weverson, Anderson, Mondragón, Da Silva Alagoano, Da Silva Exu, Felipe Alemão, Thiago Cunha, Carlos, Tony, Jociano, Marcinho Guerreiro, Alex Maranhão, Maneco, Gustavo, Paulo, Cleidson, Elton, Tiago Messias, Valnei, Alisson, André Góis, Kaká, Nonato.

O Campinense começou a temporada sendo comando por Freitas Nascimento, que comandou o elenco no Campeonato Paraibano. Depois contratou Suélio Lacerda para as disputas do Campeonato Brasileiro da Série C. Com a desclassificação Suélio foi embora e agora o elenco tem o comando de Degmar Silva.

Os jogadores que passaram pelo clube são: Hudson, Márcio Blot, Rayan, Rafinha, Ricardo Mirando, Israel, Léo, Gileno, Rony, Almir, Rodrigues, Ricardo, Diego, Danilo Itaporanga, Aderlan, Carlos, Carlos Henriquie, Cleberson, Daniel, Davyd, Edson, Ewerton, Flavinho, Marquinhos Mossoró, Stenio, Gilson Da Costa, Tazinho, Mimi, Israel, Jailton, Jairo, Jonatas, Zé Maria, Henrique, Leonardo, Marcio Rangel, Marcio Tarrafas, Lima, Mauricio Gaucho, Alemão, Rafael, Renan, Ricardo, Rogerinho, Binho e Pingo, Fábio Gonçalves, Mazinho, Baiano e Fernando.

FRANCO FERREIRA

Deixe um comentário