Notícia esportiva em primeiro lugar!

Treze supera frio e faz festa em terra gaúcha

O Treze encarou o frio de Caxias do Sul e não se intimidou ao enfrentar um dos times de melhor campanha na Série D do Campeonato Brasileiro para garantir o acesso à terceira divisão. Com personalidade, o Galo derrotou o Caxias, por 3 a 1, no Estádio Centenário, na Serra Gaúcha, no jogo de volta das quartas-de-final da quarta divisão.

O Treze entrou no duelo com uma vantagem de um gol, conquistada no duelo de ida. Os gaúchos chegaram a sair na frente no primeiro tempo, mas os paraibanos mantiveram a cabeça no lugar e foram buscar a virada em um segundo tempo primoroso, com destaque para o atacante Ceará.

Rebaixado para a Série D em 2014, o Treze volta a terceira divisão depois de quatro anos. O acesso do time paraibano vem depois de dois anos sem disputar nenhum torneio nacional, já que não classificou no paraibano. O Caxias, por sua vez, tem vaga confirmada para a Série D do ano que vem.

O JOGO
Correndo atrás da desvantagem, o Caxias foi para cima nos primeiros iniciais e obrigou o goleiro Mauro a fazer grande defesa logo aos três minutos, após finalização de Wesley. De tanto insistir, o time grená abriu o placar aos 16 minutos. Após cobrança de escanteio, Júnior Alves subiu alto e desviou para o fundo das redes.

A vantagem levava a decisão para os pênaltis. Mesmo assim, os gaúchos não diminuíram o ritmo e seguiram em cima do adversário. Nathan fez grande jogada individual, ficou de frente para o gol e finalizou rasteiro. Mauro Iguatu caiu bem para fazer a defesa. O Treze tentou acordar e levou perígo nas cobranças de falta de Marcelinho Paraíba.

Aos 33 minutos, o camisa 10 caprichou na cobrança de escanteio e o Treze deixou tudo igual. Marcelinho Paraíba levantou e encontrou Brumati sozinho, no segundo pau. Sem marcação, o lateral desviou de cabeça para o fundo das redes. Antes do intervalo, porém, o Caxias teve duas boas oportunidades de voltar a ficar na frente do placar. Primeiro com Gilson, que mandou por cima rebote de Júnior Alves, depois em chute cruzado de Éder.

VIRADA
O papo do vestiário funcionou melhor para o Treze. Logo aos dois minutos, após linda troca de passes, o time paraibano conseguiu a virada em finalização precisa de Copetti. O gol esfriou, ainda mais, o clima no Centenário. O Caxias não recuperou o ritmo do primeiro tempo e viu a vitória ficar distante.

Com quatro atacantes em campo e pouca inspiração, o Caxias não teve forças para chegar ao empate. A chance mais clara veio em cabeçada de Jean, na qual Mauro Iguatu teve que fazer grande defesa. O desespero começou a bater no time gaúcho, que viu o adversário aumentar a vitória aos 40 minutos com Dedé.

Após o gol, o meia paraibano teria provocado a torcida do Caxias. Os jogadores dentro do campo se revoltaram com a atitude e o clima fechou nos minutos finais. Torcedores do time gaúcho invadiram o gramado e os atletas do Treze ficaram acuados na porta dos vestiários. Sem condições para o jogo continuar, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro-MG encerrou o duelo após nove minutos de tumulto.

FICHA TÉCNICA

Caxias-RS
1 x 3
Treze-PB
 

Fase Quartas de Final

  • Rodada 2ª rodada
  • Data 08/07/2018
  • Horário 16h00
  • Local Centenário – Caxias do Sul – RS
  • Árbitro Ricardo Marques Ribeiro-MG
  • Assistentes Bruno Raphael Pires-GO e Felipe Alan Costa de Oliveira-MG
     Cartões Amarelos
Caxias-RS: Caio Cezar, Gilson
Treze-PB: Elielton

Gols Caxias-RS: Júnior Alves 16′ 1T

Treze-PB: Brumati 33′ 1T, Copetti 2′ 2T, Dedé 41′ 2T

Caxias-RS Gledson; BCleiton, Júnior Alves, Jean e Julinho; Régis (Túlio Renan), Éder (Caio Cezar), Gilson e Rafael Gava; Wesley e Nathan (Alex Willian)

Técnico: Luiz Carlos Winck

Treze-PB Mauro Iguatu; Brumati, Ítalo, Nilson Júnior e Silva;  Carlos Copetti, Leilson (Alex Travassos), Elielton (Dedé) e Marcelinho Paraíba (Rayllan); Ceará e Maxuell Samurai

Técnico: Flávio Araújo

Deixe um comentário