Notícia esportiva em primeiro lugar!

VOCÊ LEMBRA DE MILTINHO? Por Serpa di Lorenzo

Recentemente tivemos a triste notícia que o cearense e ex-jogador José Milton Azevedo da Silva, o popular “Miltinho”, com apenas 39 anos de idade, fora assassinado no dia 14 de janeiro do presente ano, ao ser mais uma vítima da violência que grassa no país, outrora denominado de maior futebol do mundo.

Em sua terra natal, o meia vestiu a camisa dos times cearenses do Ferroviário, do Tiradentes e do Fortaleza, porém o seu vistoso e dinâmico jeito de jogar encantou várias equipes do nordeste. Foi no Clube Náutico Capibaribe que Miltinho surgiu – vindo da base – se destacou e apareceu para a região nordestina, passando a ter o seu futebol desejado e cobiçado por todos os times e torcedores.

O falecido meio-campista foi um dos personagens em campo defendendo o Náutico na fatídica “Batalha dos Aflitos”, em 2005, quando o Timbu acabou derrotado por 1×0 para o Grêmio, na Série B, após perder dois pênaltis e ter quatro jogadores a mais em campo.

O craque em comento também teve passagem no futebol do Piauí, quando vestiu a camisa e comandou o meio de campo do Flamengo local. Mas foi no estado da Paraíba que Miltinho desfilou com as cores de várias equipes, do litoral ao sertão, conquistando o coração dos torcedores, o respeito da crônica esportiva e erguendo troféus de campeão.

Aqui em nossos gramados Miltinho defendeu o Botafogo, Treze, Campinense, Auto Esporte, Miramar, Nacional de Patos e o Sousa. Sob o comando do técnico Reginaldo Sousa, ele integrou e se destacou naquela vitoriosa equipe do Dinossauro, juntamente com o artilheiro Edmundo e que foi campeã em 2009, dentro de Campina Grande, derrotando o famoso “Galo da Borborema” pelo escore de dois tentos a um, na presença de um Público de 15.175 pagantes, proporcionando uma renda de 158.480,00.

Em 2010 ele foi contratado pelo Treze Futebol Clube e novamente foi campeão do estado, quando na ultima partida venceram o Campinense Clube por dois tentos a zero.Finalmente em 2013 ele encerrou a sua brilhante carreira vestindo a camisa do Nacional de Patos.

Segundo sites cearenses, “Miltinho” ultimamente dava aulas aos garotos na cidade de Fortaleza. Para nós, cronistas e torcedores paraibanos, ficou a certeza que o cidadão José Milton Azevedo da Silva, o popular “Miltinho”, escreveu o seu nome com tintas douradas e perpétuas na história do futebol paraibano.

Por Serpa di Lorenzo

Deixe um comentário