Notícia esportiva em primeiro lugar!

VOCÊ SE LEMBRA DE ANTÔNIO TOSCANO?

VOCÊ SE LEMBRA DE ANTÔNIO TOSCANO?

Ele nasceu na prazerosa cidade litorânea de Lucena–PB no dia quinze de fevereiro do ano de mil novecentos e quarenta e cinco.  Foi farmacêutico, vereador em três mandatos e oficial de justiça, sempre prestando relevantes serviços nas três citadas áreas e aumentando o seu círculo de amizades.

Porém, foi na área esportiva que o nosso homenageado conseguiu ser destaque em nossa Paraíba, militando por vários anos como treinador e árbitro de futebol. Em sua cidade natal  ele fundou o Lucena Atlético Clube, equipe que logo conquistou o penta campeonato local. Também em Lucena ele fundou o Vasco da Gama, equipe que oportunizou a várias crianças e adolescentes o contato inicial com a bola.

Uma de suas grandes lutas em prol do futebol paraibano foi à construção de um estádio de futebol em sua cidade natal. Hoje, Lucena possui uma excelente praça de esportes que em sua homenagem ficou popularmente conhecida como o “Toscanão”.  Na realidade, podemos creditar a ele como sendo o desportista que difundiu, incrementou e que desbravou o futebol naquela cidade litorânea.

Em João Pessoa ele dirigiu várias equipes de futebol de campo e de futebol de salão. Equipes fortíssimas e então tradicionais como o Esporte Clube Cabo Branco e o Estrela do Mar conquistaram títulos sob os seus comandos técnicos táticos, inclusive disputando a nível nacional.

 Em mil novecentos e setenta, o nosso homenageado concluiu o curso de arbitragem de futebol e em seguida construiu uma vitoriosa carreira como árbitro,  sendo conhecido em todo o nordeste do país. Em seus quinze anos como árbitro profissional, ele apitou em todos os nove estados nordestinos, e no centro-oeste, ao apitar no estádio Serra Dourada, da cidade de Goiânia, GO.

Na Paraíba ele era presença certa nos denominados clássicos e nas decisões do campeonato paraibano de futebol. Sério, discreto e conhecedor das regras do futebol, ele foi, pela imprensa especializada paraibana, escolhido como o melhor árbitro do Estado por cinco anos consecutivos, 1974, 1975, 1976 e 1977.

Também teve a honra de ser escolhido para arbitrar o jogo botafogo PB X Botafogo RJ, partida festiva e inaugural do estádio José Américo Filho, o Almeidão, em mil novecentos e setenta e cinco, jogo vencido pelos cariocas por dois tentos a zero.

Trabalhou em vários jogos do antigo campeonato nacional, em vários estados, como árbitro, como bandeirinha e como árbitro reserva. E como não poderia deixar de ser, anos depois ele usou toda a sua experiência e competência para dirigir o departamento de arbitragem da Federação Paraibana de Futebol.

E quando foi no dia seis de julho do ano de dois mil e sete, este grande desportista foi chamado para morar com Deus, deixando esposa, filhos, genros, nora, netos e bisneta orgulhosos do legado aqui construído por ele.

Torcida paraibana, estamos falando do senhor Antônio Toscano de Brito, o popular juiz “Antônio Toscano”, um profissional que nos faz bastante falta na atualidade, pois ele foi um desportista diferente, que prazerosamente vivia para o futebol e não do futebol.

Para nós torcedores, cronistas e desportistas, ficou a certeza de que Antônio Toscano de Brito, o popular “Antônio Toscano”, escreveu o seu nome com tintas douradas e perpétuas na brilhante história do futebol paraibano.

Causos & Lendas do Nosso Futebol

Por Serpa Di Lorenzo

Deixe um comentário