Perilima

Perilima
Desportiva Perilima de Futebol Ltda. é uma agremiação esportiva de Campina Grande, no estado da Paraíba, fundada a 8 de setembro de 1992.

Historia

Pertence a uma fábrica de sordas, bolachas de trigo e rapadura. Só veio participar de um Campeonato Paraibano profissional no ano de 1998, com o elenco inicialmente formado pelos funcionários da empresa, incluindo seu dono, Pedro Ribeiro Lima (técnico e atacante da equipe).No primeiro turno do campeonato da Segunda Divisão paraibana, o time ficou na lanterna, somando apenas 1 ponto. O que não abateu a equipe, que, no dia 27 de setembro, conseguiu sobre o Serrano de Serra Redonda a primeira vitória de sua história, com o placar de 2 a 0. Conseguindo uma recuperação épica, a equipe se classificou para a grande final do quadrangular, depois de vencer o Cruzeiro de Itaporanga com o placar de 1×0. Gol marcado pelo meia Beto, e novamente tendo no seu caminho o Serrano. Desta vez, o Perilima foi superado, ficando apenas com o vice-campeonato, o que valeu a promoção para a Primeira Divisão estadual.Os atletas do Perilima eram: Dissa, Fernando, Ricardo, Júnior, Fofão, Dinho, Tuta, Nego Pai, Renato Batista, Nonato, Naldo, Pedro Ribeiro, Lito, Neto, Emiliano e Beto.

Estreia na elite

A estreia do Perilima no Campeonato Paraibano da Primeira Divisão foi um tanto desastrosa, sendo goleado pelo Nacional de Patos por 5 a 0, fora de casa. A equipe amargurou a última posição de seu grupo, regressando para a Segunda Divisão estadual em 2000. Novamente conquistou um vice-campeonato da competição, porém sem direito a ter acesso à elite desta vez, permanecendo na divisão inferior por mais uma temporada.

Ressurgimento

Em 2001, desta vez com o nome de Esporte Clube Perilima, conquistou novamente um acesso e um vice-campeonato da Segunda Divisão estadual, o que fez a Águia de Campina Grande voltar a elite estadual no ano de 2002, ano em que o time conseguiu seu melhor desempenho em estaduais da Primeira Divisão paraibana, até então. O Perilima ficou na 12ª posição num campeonato de 15 equipes, e se mantendo de forma inédita por mais de um ano consecutivo na Primeira Divisão.

Declínio e volta aos gramados

No ano de 2003, novamente com a nomenclatura de Associação Desportiva Perilima, ironicamente a equipe voltou a ter um mau desempenho no campeonato, ficando na lanterna, apesar do grande desempenho da sua dupla de atacantes formadas por Nego Pai e Edmar, que foi autor de 12 gols na edição.

Perilima de Futebol

  • Nome: Desportiva Perilima de Futebol Ltda.
  • Alcunhas: Águia de Campina, Mais Perigosa de Campina, Time da Sorda e Bolacha, Tricolor da Serra
  • Torcedor/Adepto: Perilimense
  • Mascote: Águia
  • Fundação: 08 de setembro de 1992 (27 anos)
  • Estádio: Amigão
  • Capacidade: 20.000 Pessoas
  • Localização: Campina Grande, PB
Fonte: Wikipedia

Grupo A

PosTimeJVEDGPGCSGP
185301331018
28512106416
37430136715
483141012-210
58107417-133