Notícia esportiva em primeiro lugar!

Banner Turismo em Foco web

Campeões confirmam favoritismo e vencem etapa de abertura do Mundial de Saltos em Penhasco

A primeira etapa do Mundial de Salto em Penhasco começou neste sábado (24) com fortes emoções. Hexacampeão mundial e lenda do esporte, o britânico Gary Hunt venceu na Irlanda por alguns décimos de vantagem o conterrâneo Blake Aldridge. Na categoria feminina, a australiana Rhiannan Iffland não deu chances às demais competidoras e ficou com a primeira colocação.

Red Bull Content Pool

Britânico Gary Hunt e australiana Rhiannan Iffland, donos do título de 2016, subiram ao topo do pódio mais uma vez

A primeira etapa do Red Bull Cliff Diving 2017, que aconteceu neste sábado (24) em Inis Mór, Irlanda, foi marcada pelo brilhantismo dos dois atletas favoritos absolutos do evento: o britânico Gary Hunt, hexacampeão mundial, e a australiana Rhiannan Iffland, que levou o título da temporada 2016 depois de ter estreado como convidada e vencido a maioria das etapas. Hunt e Iffland mostraram que querem, e muito, levantar o troféu mais uma vez e tiveram o arranque perfeito na etapa de abertura deste ano, assegurando a primeira vitória.

Considerado o homem a ser batido em toda e qualquer prova do Mundial, Gary Hunt continua em plena forma de campeão. Superou os outros 13 atletas da categoria masculina, ficando à frente do segundo colocado, o conterrâneo Blake Aldridge, por apenas alguns décimos na nota final. A terceira colocação ficou com o americano Andy Jones.

“Vencer a primeira etapa é muito importante para mim. Queria começar a temporada forte, mas achei que seria difícil, já que no ano passado tive que buscar resultados em etapas mais tardias. É uma sensação incrível saber que tenho algumas semanas de treino até a próxima competição e que já tenho um bom resultado garantido”, conta Hunt.

Já entre as mulheres, um novo nome se consolida na cena do salto em penhasco: Rhiannan Iffland. A australiana também venceu a primeira etapa da temporada passada, ao estrear no campeonato como convidada, e desde então se tornou favorita. Confirmando esse status, foi melhor que as outras sete atletas mulheres do evento. A bielorussa Yana Nestsiarava, segunda colocada, e a americana Ginger Huber, em terceiro, fecharam o pódio.

“Essa, com certeza, foi a prova mais desafiadora para mim até o momento. Na última sexta-feira, estava com um pouco de medo das condições de vento e da piscina natural. Mas no sábado cheguei à plataforma com uma atitude diferente: queria apenas fazer o que tinha que ser feito e realizar saltos fluidos. Estou sem palavras”, comentou Iffland.

Realizada em Inis Mór, na Irlanda, a primeira etapa do Red Bull Cliff Diving contou com 14 atletas na categoria masculina e oito na categoria feminina. Todos eles tiveram que saltar de uma plataforma com mais de 20 metros de altura, em direção a uma pequena piscina natural no oceano irlandês. Ainda restam cinco etapas para que o campeão mundial seja definido. Agora, a competição segue para os Açores, em Portugal, no dia 9 de julho.

Confira os resultados do Red Bull Cliff Diving Irlanda:

1. Gary Hunt (GBR); 2. Blake Aldridge (GBR); 3. Andy Jones (USA); 4. Orlando Duque (COL); 5. David Colturi (USA); 6. Jonathan Paredes (MEX); 7. Kris Kolanus (POL); 8. Alessandro De Rose (ITA); 9. Alain Kohl (LUX); 10. Steven LoBue (USA); 11. Michal Navratil (CZE); 12. Artem Silchenko (RUS); 13. Igor Semashko (RUS); 14. Sergio Guzman (MEX)

1. Rhiannan Iffland (AUS); 2. Yana Nestsiarava (BLR); 3. Ginger Huber (USA); 4. Tara Hyer-Tira (USA); 5. Eleanor Townsend Smart (USA); 6. Helena Merten (AUS); 7. Cesilie Carlton (USA); 8. Adriana Jimenez (MEX)

com informações da assessoria


O prazer de dirigir bem equipado

Deixe um comentário