Futebol

História de Roberto Michelly

ROBERTO MICHELLY (Carlos Roberto Pinheiro de Oliveira

Roberto Michelly  no CRB em 1996 (Foto: Arquivos de páginas esportivas dos jornais de AL de Walter Luis / Foto de Gilberto Farias / Gazeta de Alagoas)

Natural da cidade de Souza, interior paraibano, este famoso centroavante conhecido em todo nordeste Roberto Michelly  chegou ao CRB em 1996 vindo curiosamente do Nacional-SP, teve três passagens no futebol alagoano, em 1996 no CRB, 1997 no ASA e  voltou ao CRB em 1998, não conseguiu ser campeão estadual em Alagoas, nos três  anos o titulo ficou com o CSA, mas Roberto deixou seu nome gravado no futebol alagoano.

OS CLUBES DA CARREIRA

Roberto Michelly no Campinense em 1993 (Arquivo pessoal de Michelly)

Roberto Michelly começou sua carreira no Nacional de Cajazeiras 1989, dai em diante uma infinidade de clubes contou com os gols deste grande artilheiro do futebol, Michelly defendeu os seguintes clubes:

1989 – Nacional Atlético de Cajazeiras – PB

1990 – Esporte de Patos-PB e Central-PE

1991 – Auto Esporte-PB

1992 – Desportiva-RN e Campinense-PB

1993 – Campinense-PB

1994 – Sergipe-SE e Campinense-PB

1995 – Sousa – PB e Remo-PA

1996 – Sousa-PB e Nacional-SP

1997 – Sousa-PB e ASA-AL.

1998 – Treze-PB e CRB-AL.

1999 – Picos-PI

2000 – Serrano-PB

2001 – São Bento-MA

2002 – Serrano-PB

2003 – Campinense-PB e Serrano-PB

ARTILHEIRO COM 40 GOLS

 

Roberto Michelly no Souza, clube de sua cidade, 40 gols no paraibano de 1995 (Foto: Arquivo pessoal)

No campeonato paraibano de 1995 Roberto Michelly só não fez chover, jogando pelo Souza se tornou o artilheiro marcando exatos 40 gols, é o 2º maior artilheiro em um só campeonato paraibano, perde só para Dentinho que fez 42 gols pelo Botafogo em 1983,  nos tempos atuais onde um jogador faz cinco, seis gols  já é assediado por empresários, imaginem Michelly  jogando nos dias atuais.

A CHEGADA  EM ALAGOAS E A ESTREIA COM TRÊS GOLS NO CLÁSSICO

Eternizada em DVD, a magnifica estreia de Roberto Michelly no CRB

Foi em junho de 1996 que Roberto Michelly foi contratado pelo CRB, o campeonato alagoano estava em andamento, sua estreia aconteceu justamente em um clássico das multidões contra o CSA e não poderia haver estreia melhor, o CRB goleou seu maior adversário por 5×1, maior goleada da historia do clássico no estadio Rei Pelé e Roberto Michelli fez três gols, no total fez naquele ano 12 gols com a camisa do CRB, sendo 10 no alagoano e dois na série B contra o Náutico.  Além do jogo contra o CSA, fez outra vez três gols em um jogo contra o Bom Jesus onde o CRB venceu por 4×0.

Entrevistamos Michelly certa vez no nosso quadro CRAQUES DO PASSADO na rádio, o atleta falou sobre os 5×1 sobre o CSA em 1996, click abaixo e escute:

 

EM 1997 MICHELLY DEFENDEU O ASA E EM 1998 o CRB

Wilson e Roberto Michelly, atacantes do CRB em 1998

Depois de  perder o campeonato alagoano de 1996 para o CSA e a não se classificar para a segunda fase da serie B, Roberto deixou o CRB e foi para o Souza-PB, mas logo recebeu um convite do ASA e voltou para Alagoas em 1997, foi o artilheiro do clube no alagoano com seis gols ao lado de Marquinhos, o artilheiro do campeonato foi Marcelo Fumaça do zumbi com 14 gols.

Depois do ASA defendeu o Treze-PB mas voltou ao CRB em 1998, na sua segunda passagem no clube alvirubro, fez 15 gols no campeonato alagoano.

QUATRO GOLS  EM UM SÓ JOGO

25/03/1998, CRB 6×1 Miguelense pelo alagoano, quatro gols de Michelly

No dia 25 de Março de 1998 pelo campeonato alagoano no estádio Rei Pelé, Roberto marcou a maior a quantidade de gols em um só jogo jogando pelo  CRB, foram quatro diante do Miguelense na goleada por 6×1, no total no futebol alagoano, Roberto Michelle  marcou 33 gols, 27 com a camisa do CRB e seis jogando pelo ASA.

MICHELLY E O JUIZ QUE  “MORREU”

Em 1998 eu fazia na rádio progresso o programa áudio show esportivo, no programa havia o quadro lances polêmicos, um lance imaginário do futebol onde entrevistávamos jogadores para saber deles a opinião sobre o que deveria marcar o árbitro, em uma das vezes o entrevistado foi Michelly, a pergunta era:

Há uma falta na entrada da área, a barreira é formada, o jogador bate forte e a bola bate na cara do árbitro que desmaia, a bola volta para o jogador que faz o gol, quando o juiz acorda ver a bola no fundo da rede e os jogadores comemorando, mas ele não viu nada, o que deve marcar?

Diante da pergunta Michelly caiu em gargalhada, um momento curioso de Roberto Michelly, click abaixo e escute

RECORDAÇÕES DO CRB

Na entrevista que fizemos com Roberto Michelly há alguns anos, indaguei sobre o que mais lhe dava saudades de sua passagem pelo CRB, click abaixo e escute o disse o ex-jogador:

MEMORIA FOTOGRÁFICA DE ROBERTO MICHELLY

Agachado na frente do goleiro, Roberto Michelly no Campinense Arquivo pessoal)

 

No Central-PE, Jorge Borçato, Wilson Sereja e Roberto Michelly (Arquivo pessoal de Michelle)
Ao lado de Valdir Bigode antes de um amistoso Souza-PB X Vasco em 1995 (Arquivo pessoal)
De camisa vermelha, Michelly embarcando para mais um jogo (Arquivo pessoal de Michelle).
Roberto Michelly  no Esporte de Patos-PB (Arquivo pessoal)
Nos encontros de “Craques”, Edmundo e Roberto Michelly (Foto: Arquivo pessoal de Michelly)

Nascido no dia 09 de março de 1964 na cidade de Sousa-PB, Michelly tem hoje 56 anos de idade, mora na cidade de Campina Grande, não deixa de bater sua peladinha com os amigos e em seleções Masters de ex-jogadores paraibanos.

Não só pelo nome diferente, mas principalmente pela vocação para fazer gols, Roberto Michelly é outro que deixou seu nome gravado na historia do futebol alagoano.

Blogwalterluiz

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.