Notícia esportiva em primeiro lugar!

Internacional disputa jogos em Mamanguape

Franco Ferreira
O Internacional manteve sua sede no bairro de Mandacaru, em João Pessoa, como um clube amador. Mas, em 2008 ganhou status de time profissional, disputando a Segunda Divisão do Campeonato Paraibano, comandado por Tassiano Gadelha, conquistando o título e o acesso para a divisão de elite do futebol do Estado.
No ano seguinte, o Internacional montou uma estrutura a partir da comissão técnica, sendo comandado por Índio Ferreira, comum elenco formado por jogadores de grande nível técnico. Mas, acabou sendo rebaixado para a Segundona.
A partir de então, o time colorado passou a enfrentar uma verdadeira peregrinação saindo de João Pessoa, para representar outras cidades. Inicialmente, a equipe usou como sede a cidade de Santa Rita, treinando no Teixeirão.
A parceria com o empresários da cidade acabou ruindo e o Internacional se transferiu para a cidade de Teixeira, Sertão da Paraíba. Mas, depois de uma temporada o clube abandonou a cidade passando a utilizar outra sede.
Na temporada passada, o Internacional mandou seus jogos no estádio Toscanão, na cidade de Lucena, Litoral paraibano. Mas, curiosamente, a parceria ruiu, outra vez.
Agora, o Internacional adota a cidade de Mamanguape, cidade que também fica na região litorânea da Paraíba. O presidente do colorado é Cristiano Gadelha, irmão de Tassiano Gadelha, o responsável pela profissionalização do clube.
O presidente do Conselho Deliberativo do Internacional, Nildo Morais, “como o o clube não tem torcida, em cidade João Pessoa, a saída foi se mudar para cidades como Teixeira, Santa Rita,Lucena e agora Mamanguape. Todas essas mudanças são devido a sobrevivência para o time participar do Campeonato”.
Além do Internacional outros clubes têm mudado de sedes para buscar apoio em outras cidades. “A maioria dos times que vão disputar a Segunda Divisão, além do Internacional, o Femar, Sport Campina, Miramar, Queimadense tem procurado mandar seus jogos em outras cidades”, disse Nildo Morais.
Segundo Cristiano Gadelha, o clube começa montar o elenco, mas a grande preocupação é definir o comandante técnico. Ele confirmou, no entanto, a participação do preparador físico Berg Queiroz, como um dos componentes da comissão técnica.

Deixe um comentário

Error, no Ad ID set! Check your syntax!
Error, no Ad ID set! Check your syntax!