Times Paraibanos

Brasil terá estreante no Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia na etapa da Bolívia

Em 2021, Mateus Dultra defendeu o Brasil em três competições das categorias de base: o Mundial sub-21, o Sul-Americano sub-21 e o Classificatório para o Pan sub-23. Agora, aos 20 anos, terá a oportunidade de representar o país na categoria adulto pela primeira vez em sua carreira. Ao lado de Gabriel Zuliani, também de 20 anos, ele vai jogar a sexta etapa do Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia 21/22, a partir desta sexta-feira, em Cochabamba (BOL). A dupla brasileira no torneio feminino será Josi Alves/Carol Goerl.

“Isso significa bastante para minha carreira e ficará marcado em minha caminhada. Será minha primeira competição internacional no adulto, e tenho fé que ainda virão outras. No ano passado fizemos uma grande preparação e competição no Mundial sub-21, apesar da medalha não ter vindo. Fiquei feliz pela forma que joguei, e isso serviu para minha evolução técnica, mental e emocional”, disse Mateus, medalhista de bronze do Top 8 na etapa de Saquarema (RJ) do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia.

Vice-campeã do Top 8 em Saquarema, Carol Goerl confia na evolução da dupla com Josi para buscar um bom resultado na Bolívia. Em janeiro, a gaúcha de 26 anos terminou sua primeira participação no Circuito Sul-Americano com um quinto lugar na etapa de San Juan (ARG).

“Estamos mais preparadas fisicamente e mentalmente. Vamos dar nosso máximo lá”, afirmou Carol, que também deu um recado para o estreante Mateus Dultra: “O conselho que tenho a dar para ele, no primeiro Sul-Americano, é aproveitar cada momento, dentro do jogo e fora da quadra. E manter a tranquilidade”.

No Circuito Sul-Americano, as duplas somam pontos para o país, e o Brasil lidera o ranking nos dois gêneros, com cinco ouros, uma prata e dois bronzes em cinco etapas disputadas.

A primeira etapa foi disputada no ano passado, em Santiago (CHI). George e André Stein levaram o ouro; e Thâmela/Elize Maia, o bronze. Na segunda, mais um ouro para o Brasil com Adrielson/Arthur Mariano, em San Juan (ARG). Em Montevidéu (URU), na terceira etapa, foi a vez de Ângela e Neide conquistarem a medalha de ouro. Tainá e Victoria ganharam o título na quarta etapa, em Viña del Mar (CHI), com Bruno Schmidt/Saymon levando o bronze. No último fim de semana, Thâmela e Elize Maia conquistaram o ouro, e Vitor Felipe/Renato a prata em Mollendo (PER).

O torneio final, que reúne os melhores países da temporada, está marcado para Uberlândia (MG), de 13 a 15 de maio. 

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.