Colunistas

Causos & Lendas do Nosso Futebol: Você se Lembra de Walter Castelo Branco?

Ele nasceu na então arborizada e pacata cidade de João Pessoa, precisamente no dia sete de junho do ano de mil novecentos e trinta e seis. Os seus pais o batizaram como Walter Paiva Castelo Branco, mas para o mundo da bola pesada ele ficou conhecido como o craque “Castelo Branco”, central que jogava de forma vistosa e clássica, nos dando a entender que jogar futebol de salão era coisa muito fácil.Quando jovem, Castelo Branco morou por muitos anos no bairro de Miramar, o que facilitou muito o seu contato com as antigas peladas da beira mar da praia de Tambaú e no ginásio de esportes do tradicional Esporte Clube Cabo Branco.O nosso homenageado jogou futebol de campo na antiga equipe dos Comerciários, time que reunia grandes jogadores da capital na década de sessenta. Mas o destino o encaminhou para as quadras de futebol de salão. E foi com a camisa alvirrubra do Cabo Branco que Castelo Branco fez parte de um seleto grupo que tinha Givaldo, Aldanir, Beta, Lúcio Câmara, Valdez e outros que ficaram conhecidos como uma das melhores equipes do norte nordeste.O craque Telino, que jogou no Botafogo, Santa Cruz de Recife e ABC de Natal, assim o definiu: “O talento e a elegância dele jogando me fascinavam.” Já o ala, esquerda, Bertinho Delgado, assim se reportou sobre o futebol de Castelo Branco: “Na minha opinião, o melhor central de futebol de salão que conheci na minha época. Se não foi um excelente marcador, sobrava na elegância e inteligência dentro das quadras, ao tempo que conduzia a bola de forma diferenciada em relação aos demais. Craque de bola.” Já Saulo,  ex-jogador do Botafogo-PB e do saudoso Astréa, comentou: “Jogava muito e bonito!”Quando se despediu das quadras de futebol de salão como atleta, Walter Castelo Branco passou a ser treinador de várias gerações de atletas do nosso estado. Por décadas comandou a equipe adulta do Esporte Clube Cabo Branco. Também dirigiu a categoria juvenil do alvirrubro de Miramar, sempre conquistando títulos e ensinando aos mais jovens os segredos que adquiriu com a sua privilegiada inteligência.Walter Castelo Branco também comandou as seleções paraibanas e universitárias de futebol de salão por vários anos, sempre realizando excelentes participações pelo Brasil. Givanildo Leal de Menezes, o popular “Babá”, goleiro, treinador e preparador físico, assim definiu WCB: “Pra mim foi o maior ícone do Futsal paraibano de todas as gerações que cheguei a conhecer”. O também central Bosco Crispim, atual presidente da Federação Paraibana de Futsal, assim comentou: “O maior baluarte do nosso futebol de salão”. Já o nosso Adenilson União Maia, acrescentou: “Foi o mestre das quadras de Futsal…O mais elegante de todos os tempos”.Gama, pivô raiz, assim falou: “Um grande treinador, muito perfeccionista e gostava de futebol arte…Tinha como característica a conversa com o atleta na qual expunha o que queria que o atleta fizesse na partida e perguntava se o mesmo tinha condições de fazer. Sem dúvida um dos meus grandes treinadores.Em recente conversa com o nosso Pelé das quadras, o popular Tito, ele assim classificou Walter Castelo Branco: “Para mim ele foi um dos melhores treinadores de Futsal que eu tive na minha trajetória”.Walter Castelo Branco era auditor fiscal do estado da Paraíba e contribuiu muito com a sua associação de classe, como atleta e diretor de esportes, sendo um dos responsáveis pela construção do campo Society da entidade e pela organização de vários eventos esportivos.Infelizmente, quando foi agora no dia primeiro de março do ano de dois mil e vinte e um, o nosso homenageado foi a óbito por complicações do COVID-19.Para nós torcedores, cronistas e desportistas paraibanos, ficou a certeza de que Walter Paiva Castelo Branco, o popular “Walter Castelo Branco”, escreveu o seu nome com tintas douradas e perpétuas na brilhante história do futebol de salão paraibano.
Serpa Di LorenzoHistoriador, Membro da ACEP e APBCEfalserpa@oi.com.br

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.