Colunistas

Flamengo e Palmeiras dominam o futebol brasileiro: conheça fatores por trás do bom momento

Flamengo e Palmeiras dominam o futebol brasileiro: conheça fatores por trás do bom momento

Flamengo comemora o título da Supercopa do Brasil – Fonte: Lucas Figueiredo/CBF/ND

A final da Supercopa do Brasil, foi um marco no futebol brasileiro. A partida, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, opôs Flamengo e Palmeiras – dois clubes que tem demonstrado, cada vez mais, serem os mais excelentes do futebol brasileiro. Não à toa, disputa foi resolvida nos pênaltis, com vitória para o Flamengo.

O título da Supercopa foi o oitavo conquistado pelo Flamengo nos últimos dois anos. O rubro-negro carioca tem brigado por títulos desde 2016, mas começou a ter sucesso em 2019. Mais recentemente, o Palmeiras tem se firmado como o maior adversário do Flamengo. Você deve ter seu palpite sobre qual dos dois clubes tem a melhor equipe. O Código Promocional Sportingbet pode ajudar você a tentar sua sorte com suas opiniões futebolísticas.

Os oito títulos conquistados pelo Flamengo desde 2019 são os seguintes: as duas edições do Campeonato Carioca, a Libertadores de 2019, as duas edições do Campeonato Brasileiro, as duas edições da Supercopa e a Recopa Sul-Americana de 2020. A esta lista, deve ser acrescentado o título do Carioca de 2021, a ser definido em maio.

Ao considerarmos o todo o histórico de cada um dos dois clubes, é o Palmeiras quem está na frente em número de títulos brasileiros – e o Flamengo está chegando cada vez mais perto. O alviverde da cidade de São Paulo possui 15 títulos – seis deles são taças do Campeonato Brasileiro e quatro, da Copa do Brasil. O Flamengo, com a conquista da Supercopa mais recente, chegou aos 14 – oito dos quais são de edições do Brasileirão, inclusive as duas mais recentes, e três da Copa do Brasil. Também entram na lista do Flamengo as duas últimas edições da Supercopa.

Porém, na final da Supercopa foi o rubro-negro quem teve que temer a ascensão do Palmeiras. A equipe paulista dominou a maior parte da partida, e ficou evidente a necessidade de que o Flamengo diminua a distância entre titulares e reservas para se manter como a equipe de maior qualidade do futebol brasileiro.

Circunstâncias financeiras são parte da explicação do sucesso de Palmeiras e Flamengo

É claro que o bom desempenho dentro de campo do Flamengo e do Palmeiras envolve bom futebol – técnicos excelentes com capacidade de tomar decisões inteligentes e criativas, criar uma estratégia robusta e escalar jogadores de qualidade. No entanto, para chegar a esse ponto, ambos os clubes se beneficiaram das circunstâncias nos assuntos relacionados às finanças e aos patrocinadores.

O Palmeiras, que vive um momento tão bom na atualidade, escapou por pouco de ser rebaixado para a série B em 2014. Na época, o clube vinha de uma grave crise financeira. Em 2013, o então presidente do alviverde, Paulo Nobre, usou o seu patrimônio pessoal como garantia para obter empréstimos cujo valor total ultrapassou R$ 100 milhões e, assim, quitar as dívidas do clube. Isso permitiu que o Palmeiras esquecesse as preocupações de curto prazo, se reerguesse e adotasse uma gestão mais eficiente.

Em 2015, o clube iniciou a sua parceria profunda com a Crefisa. A empresa de crédito é a patrocinadora master do Palmeiras desde então e tem bancado a contratação de grandes jogadores. A proprietária da Crefisa, Leila Pereira, foi reeleita conselheira do Palmeiras e exerce grande influência nos rumos da equipe.

Já o Flamengo se beneficiou, nos últimos anos, da mudança na legislação sobre os direitos de transmissão e do Profut, o programa do governo federal para reestruturar as dívidas dos clubes. A lei que estabeleceu o Profut determinou, além da possibilidade de flexibilização das dívidas, que os times seriam rebaixados se não honrassem seus compromissos financeiros. A adesão do rubro-negro ao Profut levou o clube a uma reestruturação administrativa e evitou as contratações irresponsáveis.

Além disso, o Flamengo teve um papel importante no fim da parceria dos 13 clubes que negociavam juntos a venda dos direitos de transmissão, até 2011. Por ser o time com a maior torcida do Brasil, o rubro-negro foi um dos que mais se beneficiaram com a negociação individual. A partir deste momento, Flamengo e Corinthians passaram a ganhar volumes até seis vezes maiores que os seus adversários do Brasileirão.

Essas circunstâncias explicam boa parte da situação positiva vivida pelo Flamengo e Palmeiras nos últimos tempos. A tendência é que ambos os clubes continuem dominando as competições brasileiras nos próximos anos – principalmente o Flamengo, que, por contar com uma torcida tão ampla, possui um grande potencial de gerar receitas.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.