Automobilismo

Ninja 300 neste final de semana no autódromo de Interlagos

Disputa entre pilotos da Ninja 250R e Ninja 300, divididos em 4 subcategorias, acontece neste final de semana no autódromo de Interlagos. A briga por pontos e pela liderança do campeonato promete pegas alucinantes na pista.

 

Em busca de repetir os resultados da última etapa, voltam à pista para mais um fim de semana de adrenalina e emoção sobre duas rodas os pilotos Diego Querzoli, vencedor pela categoria Ninja 300 Light, Sabrina Paiuta, que conquistou a vitória na reta de chegada, com uma ultrapassagem surpreendente sobre André Gama, atual líder do campeonato pela categoria Ninja 300. Juntam-se ao páreo, Carlos “pássaro” Rocha, primeiro colocado da Ninja 250R e Cristiano Aires, vencedor pela categoria Ninja 250R Light.

Os ingressos estão à venda e a expectativa é de grid cheio com arquibancadas lotadas, graças ao sol que tem aparecido nos últimos dias. A corrida também pode ser acompanhada através da transmissão oficial do evento, ao vivo pelo canal youtube.com/SuperBikeBrasil.

 

Integrando a lista de patrocinadores e apoiadores da Copa Ninja, a fabricante japonesa de pneus IRC (Inoue Rubber Co.) é co-patrocinadora da competição, ao lado da ELF Lubrificantes, fabricante especializada em fluídos e lubrificantes para motocicletas.

 

Iniciante sim, e com orgulho

Como a grande maioria dos brasileiros,  o goiano que vive em São Paulo, Fernando Rocha Villalon gosta do esporte a motor desde criança. Tem em seu “currículo”, a participação em diversos Track Days de carro no autódromo de Jacarepaguá, recentemente demolido, e também o de Volta Redonda.

 

Ainda como estudante de medicina, tentou se manter afastado das duas rodas devido ao contato com acidentados no trabalho, até que, ao completar 30 anos, se deixou experimentar e deu uma volta na Ninja 250R. Receoso, Fernando conta que colocava os pés no chão o tempo todo, mas bastou perder o medo e deixar de lado as lembranças hospitalares para se apaixonar pela moto e pelo motociclismo.

 

Em 2011, comprou sua primeira moto, logo depois de tirar a habilitação para poder conduzi-la e, antes mesmo de sua Ninja 250R completar os 2 mil km, se inscreveu para um track day. Fã de boas disputas na pista, de pilotos arrojados e abusados, considera a aposentadoria de Casey Stoner uma perda para o esporte.

 

Indo contra a maré dos amigos apaixonados por carros, soube da existência da Copa Ninja antes mesmo de comprar a moto e já sonhava em participar da competição. Proprietário de uma Ninja 250R, que utiliza normalmente nas ruas, Fernando já pilotou motos de cilindradas maiores dentro e fora das pistas, mas considera a Ninja de entrada a melhor escolha para iniciantes, seja no esporte ou no dia a dia.

Estreia inesquecível

Sem muitas esperanças para o debute no famoso autódromo paulista, o piloto de 32 anos tentaria, em sua estreia, fazer tempo próximo dos 2m20s. Apesar do conturbado final de semana, alternando entre chuva e sol, o que dificulta muito a pilotagem e o acerto das motocicletas, Fernando superou suas expectativas e marcou 2m15s900 durante os treinos classificatórios para a 4ª etapa da competição. Porém, apesar de conquistar ótima posição de largada, abandonou a prova após as primeiras voltas, mas mesmo assim, voltou para casa feliz e realizado.

 

O estreante considera o circuito de Interlagos incrível, com curvas técnicas e um relevo desafiador, mesclando velocidades altas e frenagens muito fortes, uma verdadeira provação que depende do entrosamento homem x máquina, da confiança e segurança que ele sente ao pilotar a “Ninjinha”. O sucesso de sua estreia, Fernando atribui a leitura e aos vídeos dos ensinamentos de Keith Code, e afirma ainda nunca ter participado de cursos de pilotagem.

 

As fotos, vídeos e relatos do piloto sobre sua primeira participação na Copa Ninja têm rodado diversos fóruns de motociclismo desde o fim da quarta etapa. A repercussão e os elogios dos internautas o incentivaram, encorajaram e, somados a vontade de tentar melhorar seu tempo e completar uma corrida, Fernando já se inscreveu para a 5ª etapa da competição, que acontece neste fim de semana, de 12 a 14 de julho.

 

Além de promover a Copa Ninja, categoria que visa iniciar os pilotos no contato com a motovelocidade, a Kawasaki Motores do Brasil também é patrocinadora da equipe Elf Monster Energy Kawasaki SuperBike Team, composta pelos pilotos Bruno Corano e Heber Pedrosa, ambos da categoria SuperBike Pro.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.