Futebol

Relatório do árbitro contradiz imagens e relato de gerente do Treze

O árbitro paulista que apitou Manaus-AM 1×1 Treze colocou no relatório uma versão que acusa os jogadores do Treze, e esconde a violência da Polícia Militar. A informação da troculencia policial é denunciada pelo gerente de futebol do Treze, Almir Dionísio com base nas imagens.

Garante o dirigente trezeano, que os jogadores foram agredidos antes de reagirem. A imagem é clara, segundo informações, que o goleiro Andrey foi atacado por um policial com uma cassetada.

Veja o relatório do árbitro que está publicado na súmula no site da CBF:

Ocorrências / Observações


Aos 45′ minutos + 7′ minutos do segundo tempo, após a marcação de um gol a favor da equipe do manaus fc, os jogadores da equipe do
treze fc, correram em direção do assistente 01, sr luiz alberto andrini nogueira, reclamando de forma acintosa. informo que tais reclamações
persistiram, sendo necessário a entrada do policiamento. após a entrada do policiamento, houve um conflito dos jogares do treze fc com o
policiamento, que utilizou, escudo, cassetete e spray de pimenta, atingindo alguns jogadores da referida equipe.
diante do acontecido, aguardei alguns minutos para que os ânimos se acalmassem e chamei ambos os capitães, onde o capitão da equipe
do treze se recusou a ir, indo no seu lugar o jogador de número 08, sr vinicius dos santos, tendo o delegado da partida, sr lázaro d’angelo
pinheiro, os árbitros assistentes e o quarto árbitro como testemunhas, momento em que o jogador do treze disse que a sua equipe não tinha
condições de continuar na partida devido ao gás de pimenta utilizado para conter os seus jogadores.
informo ainda que fui ao centro do campo e reuni ambas equipes na tentativa do reinício da partida, onde dessa vez o jogador de número 03
da equipe do treze fc, sr carlos breno barroso calixto, disse ” 70% dos nossos jogadores estão com spray de pimenta e não vamos continuar
na partida, diante desse ocorrido, decidi pelo término antecipado da partida.
ao sair do campo de jogo e ainda no gramado, o sr roberto pereira dos santos da silva, cpf 012351014-79, roupeiro da equipe treze fc, invadiu
o campo de jogo, por um local não identificado por nós, vindo em minha direção e proferiu as seguintes palavras ” seus safados, vagabundos,
ladrões filhos da puta”.
ao chegarmos no vestiário, o comandante do policiamento do jogo, sr tenente cesar de morais, nos relatou com palavras e nos apresentou
imagens pelo aparelho celular pessoal, mostrando a necessidade do uso de força com cassetete e spray de pimenta, para conter os
jogadores da equipe do treze fc, nas imagens identificamos que o jogador do número 01, da referida equipe, sr andrey da silva ventura, foi
em direção ao policiamento, atingido o escudo com chute e soco contra a barreira do policiamento.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.