Futebol

Causos & Lendas do Nosso Futebol: TUDO COMO DANTES NO QUARTEL DE ABRANTES

No ano pretérito, houve uma denúncia a nível nacional, realizada pela Rede Globo de televisão mostrando uma possível fraude envolvendo a equipe do Grêmio Recreativo Serrano, da Paraíba, e o Clube Andraus Brasil, desconhecida equipe da segunda divisão do Paraná que teriam “se enfrentado em uma partida fictícia no CT do clube paranaense, as 14:30, do dia 17 de maio, com portões fechados por medida de prevenção ao coronavirus”. Passado mais de um ano da presente denúncia global, não tivemos nenhuma resposta dos órgãos competentes sobre a veracidade ou não desse jogo fantasma que teria movimentado boas cifras nas casas de apostas.
I
Essa noite eu tive um sonho de jogador
Desportista que sou, eu sonhei
Com o dia em que o Serrano não jogou
Com o dia em que o Serrano não jogou.
II
Os jogadores não saíram para jogar
Pois sabiam que adversário não havia para enfrentar.
O trio de árbitro não saiu para apitar
Pois sabia que as equipes também não estavam lá.
III
Os pseudos torcedores não saíram para brigar
Pois sabiam que os adversários também não estavam lá.
A polícia não compareceu para segurança efetuar
Pois sabia que as torcidas também não estavam lá.
IV
No dia em que o Serrano não jogou, eh eh
No dia em que o Serrano não jogou oh oh
No dia em que o Serrano não jogou, oh oh
No dia em que o Serrano não jogou.
V
A federação não mandou representante
Pois não tinha borderô para cobrar.
Ambulância e médico não saíram para o estádio
Pois sabiam que não tinham jogadores para salvar.VI
Os gandulas e os maqueiros também não compareceram
Pois sabiam que os times também não estavam lá.
Os cronistas esportivos não cobriram o espetáculo
Pois sabiam que os microfones também não estavam lá.
VII
No dia em que o Serrano não jogou, eh eh
No dia em que o Serrano não jogou oh oh
No dia em que o Serrano não jogou, oh oh
No dia em que o Serrano não jogou.
VIII
Os dirigentes nocivos e os apostadores também não compareceram
Pois estavam em casa contando o dinheiro para gastar
Eu achava que esse sonho iria virar pesadelo
Pois o jornalista do Fantástico saiu de casa e esteve lá.
IX
Mais de ano se passou
O silêncio então reinou, ninguém até hoje foi punido
Ou o fato devidamente esclarecido
Sobre o dia em que o Serrano não jogou.
Serpa Di Lorenzo
Historiador, Membro da ACEP e APBCE
falserpa@oi.com.br

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.