Futebol

Clássico sem favorito

Campeonato Paraibano

Doze anos depois, os dois principais clubes de Campina Grande, Campinense e Treze, voltam a duelar em uma decisão do título estadual. A Raposa chega à final do Campeonato Paraibano de 2020 com melhor ataque e com o artilheiro da competição. O Galo é finalista com a melhor campanha entre todos os adversários e foi o time que mais venceu.

Os ingredientes são evidentes para fornecer mais emoção para o Clássico dos Maiorais, uma disputa que começou em 1957. Os encontros de rubro-negros e alvinegros sempre reservaram detalhes importantes. Foram goleadas para ambos os lados, com alegrias e frustrações para as duas torcidas ao longo da história.

A partida de ida entre Campinense e Treze, para se conhecer o Campeonato Paraibano de 2020, acontece nesta quarta-feira (12), às 16h, no estádio Amigão, em Campina Grande. O principal detalhe é que não terá torcida nas arquibancadas, devido às medidas preventivas para não ter aglomeração, por conta da pandemia do coronavírus. Segundo historiadores, o clássico tradição já chegou a colocar quase 40 mil torcedores em uma decisão entre os dois times.

Campanhas
Na condição de mandante, o Campinense é dono do melhor ataque da competição com 18 gols a favor. O time ainda tem o artilheiro do Campeonato Paraibano, o atacante Rafael Ibiapino, com nove gols marcados. O detalhe é que Ibiapino marcou a metade dos gols do seu time.

O Campinense começou a campanha no estadual, com uma vitória sobre o Sport Lagoa Seca por 3 a 1. No último jogo, pela fase semifinal, a Raposa empatou com o Sousa em 0 a 0, e venceu nas cobranças de pênaltis. O time rubro-negro somou 19 pontos ganhos, em 12 jogos, com cinco vitórias, ao longo da competição.

O Treze tem a melhor campanha entre todos os participantes do Campeonato Estadual, com 23 pontos, vencendo sete dos 12 jogos que disputou. O time alvinegro não tem artilheiro isolado, mas o detalhe é que os jogadores dos três setores do time contribuíram com a artilharia da equipe na competição.

O grande feito do Galo da Borborema, que começou a competição vencendo o CSP por 2 a 1, além da melhor campanha entre todos os dez concorrentes ao título, foi superar o Botafogo na fase semifinal. A conquista trouxe uma motivação a mais para a comissão técnica e, principalmente, para os jogadores. Na última partida, o Treze venceu o Botafogo por 2 a 0 e garantiu vaga na grande final.

Sem vantagem
A decisão do Campeonato Paraibano de 2020 começa nesta quarta-feira (12), com o jogo de ida, no estádio Amigão, às 16h, em Campina Grande. A partida de volta, como manda a tabela da Federação Paraibana de Futebol (FPF), está marcada para sábado (15). Ao final das duas partidas, quem somar mais pontos será considerado o campeão estadual da temporada de 2020.

Mas o que o regulamento determina no artigo 8 não indica vantagem. Neste caso, o Treze mesmo somando 23 pontos ganhos, contra 19 do Campinense ao longo da competição, terá que vencer os dois jogos ou ganhar um e empatar outro para ser campeão. Mesma situação para o Campinense.

Outra maneira de se conhecer o campeão paraibano da temporada, segundo o regulamento, é: “Em caso de empate em pontos ganhos entre os clubes na terceira fase, os critérios de desempate a indicar o clube vencedor dos confrontos serão aplicados nesta ordem: maior saldo de gols; cobrança de pênaltis, de acordo com os critérios adotados pela International Board”.

Arbitragem gaúcha
A escolha da arbitragem por parte da Federação Paraibana de Futebol indica um árbitro que vem de longe. Anderson Daronco, da Federação Gaúcha de Futebol, da FIFA, é quem apita Campinense e Treze. Os assistentes são os paraibanos Oberto Santos e Luiz Felipe.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.