Arte marcial

Fabricio Werdum deixa o MMA e anuncia carreira no boxe

O ex-campeão brasileiro peso-pesado do UFC, Fabrício Werdum, anunciou na última quarta-feira (25/05), em entrevista coletiva à imprensa, que estará deixando o MMA e iniciando uma carreira no boxe. O lutador já deteve o título mundial de jiu-jitsu e de ADCC, luta agarrada entre uma das suas principais conquistas.

Segundo Werdum, a decisão foi difícil, uma vez que foram 24 anos se dedicando ao MMA. No entanto, reforça que não está se aposentando, apenas mudando de foco. Por ser especialista em todas as artes marciais, o interesse em atuar em uma nova modalidade se tornou maior após conseguir o título peso-pesado.

O campeão anunciou que deseja um novo cinturão, e irá parar com o MMA para se dedicar ao esporte. No entanto, não descarta luta com Júnior Cigano, uma das expectativas de revanche mais esperadas pelos fãs.

Além disso, quando questionado sobre sua nova preparação específica para o boxe, Fabrício Werdum disse que irá focar nos treinos em casa, para que, se eventualmente precisar ir para os Estados Unidos, possa se preparar com seus mestres. No exterior, visa lutar no Kings MMA, academia profissional na Califórnia.

Na coletiva, elegeu Mike Tyson e Anderson Silva como os nomes que mais o inspiram a apostar na modalidade. No entanto, apesar do anúncio, o lutador ainda não informou uma data de estreia no boxe. Seu plano é treinar para se sentir confortável para disputar em competições oficiais.

Fabrício Werdum não é único atleta de MMA a mudar de categoria

Com a coletiva, Werdum passa a integrar um grupo de atletas que realizaram transições entre artes marciais, opção comum entre diversos lutadores.

É o caso de Holly Holm, ex-campeã peso-galo do UFC e lutadora bem-sucedida do boxe, com múltiplos títulos mundiais conquistados em três categorias diferentes. Ela será integrada ao Hall da Fama do Boxe Internacional no próximo mês de junho.

A lutadora contou, em entrevista, que as trocas entre MMA e boxe são comuns, embora seja complicado competir em modalidades diferentes, por conta das práticas que devem ser aprendidas.

Por esse motivo, Werdum ainda não divulgou sua data de estreia, para treinar mais até que esteja confortável com a luta. Enquanto isso, muitos nomes populares não cogitam mudar de modalidade ao longo da carreira. É ocaso de Marvin Vettori, consolidado no peso-médio do UFC.

Durante a reportagem concedida aos jornalistas do Betway, Insider, blog de dicas de apostas, o lutador informou que não planeja realizar essa mesma mudança em um futuro próximo.

“Pensei em –talvez um dia– subir de categoria, para 205 lb (92 kg). Acho que tenho uma chance muito boa de ganhar o título. É que comecei com 185 lb (84 kg) e vou ganhar mais cedo com esse peso. Depois eu penso. Não é um problema para mim, porque eu sempre luto com os pesos máximos. Então, eu não me importo com o peso. Mas, não, isso [mudar de categoria] não está nos meus planos agora. Vamos ver o que acontece no futuro”, relatou.

Enquanto Werdum realizou a troca com o sonho de conquistar novos cinturões, Vettori, por exemplo, permanece no MMA com o mesmo objetivo. Sua meta continua sendo pautada em conseguir o título da categoria, atualmente dominada por Israel Adesanya.

Mesmo sem mudança de categoria, atletas buscam se especializar em outras lutas

Fabricio Werdum optou pelo boxe após ser campeão em outras artes marciais, como informou em sua coletiva. Por ser um especialista nas principais modalidades, a transição foi considerada mais tranquila.

Nesse caso, mesmo sem mudar de categoria, outros atletas também buscam continuar se especializando, como Vettori.

“Sendo um lutador de MMA, estou constantemente melhorando no boxe, no jiu-jitsu, no wrestling. Eu amo o wrestling, então estou sempre em melhoria contínua, independentemente do esporte. Também acho que melhorei muito depois da última luta”, conta o italiano para o time do site de apostas no UFC Betway.

Mesmo sem participar de um combate oficial desde outubro de 2021, quando derrotou o brasileiro Paulo Borrachinha, Vettori continua se preparando, focando no cinturão do MMA.

O lutador enfrentaria Robert Whittaker em junho deste ano, em Cingapura, mas a luta não ocorreu, por conta de uma lesão.

Agora, a expectativa é que os rivais se enfrentem em setembro, apesar da organização não ter confirmado uma data oficial. Por isso, os fãs também já fazem movimentos na internet aguardando a volta de Werdum ao ringue em uma nova especialidade.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.