Aquáticos

Filho de Robert Scheidt vence evento teste do Campeonato Mundial de Optimist, na Turquia

Erik conquistou o título em Bodrum, mesmo local onde o pai levantou o troféu de campeão do mundo na classe Laser pela sétima vez, em 2004

Junho 2022 – Bodrum 2004. Robert Scheidt conquista o título mundial de Laser, o sétimo de sua carreira até então. Bodrum 2022. Erik Scheidt conquista do Optmist Training Regata, prévia do mundial da classe. No mesmo cenário, a Turquia, dezoito anos separam as vitórias de duas gerações do sobrenome lendário da vela. Pai e filho. Presente e futuro de esperança de medalhas para o Brasil. O velejador multicampeão de 49 anos encaminhando seu herdeiro, de 12 anos.

Robert estava na torcida e no apoio ao filho na competição que valeu como treino para o Campeonato Mundial de Optmist, entre final de junho e início de julho, novamente nas águas turcas de  Bodrum. “Foi um evento teste e o Erik velejou muito bem. Nem todo mundo que estará no Mundial competiu, então, o nível vai subir, mas o importante é que ele se divertiu, foi muito bem e está bastante animado. Foi uma semana bem especial para a família Scheidt”, comentou o bicampeão olímpico, que é patrocinado pelo Banco do Brasil e Rolex, contando com o apoio do COB e CBVela.

Erik encerrou o campeonato com 20 pontos perdidos. Seus principais resultados foram duas vitórias, dois segundos e dois terceiros lugares. Assim com o pai, manteve a regularidade ao longo das nove provas da competição. O vice-campeonato ficou com Weka Bhanubandh, da Tailândia (31 pontos perdidos), seguido pelo norte-americano Gilman Hackel (51pp).

Robert Scheidt – Carreira

Cinco medalhas Olímpicas: 
    
Ouro : Atlanta/96 e Atenas/2004 (ambas na Classe Laser)     
Prata : Sidney/2000 (Laser) e Pequim/2008 (Star)     
Bronze : Londres/2012 (Star)      
     
183 títulos – 91 internacionais e 92 nacionais     
     
Laser     
– Onze títulos mundiais – 1991 (juvenil), 1995, 1996, 1997, 2000, 2001, 2002*, 2004 e 2005 e 2013     
*Em 2002, foram realizados, separadamente, o Mundial de Vela da Isaf e o Mundial de Laser, ambos vencidos por Robert Scheidt     
– Três medalhas olímpicas – ouro em Atlanta/1996 e Atenas/2004, prata em Sydney/2000     
– Na Olimpíada Rio 2016, terminou em quando lugar, vencendo a medal race, televisionada para o mundo todo.     
     
Star     
– Três títulos mundiais – 2007, 2011 e 2012*     
*Além de Scheidt e Bruno Prada, só os italianos Agostino Straulino e Nicolo Rode venceram três mundiais velejando juntos, na história da classe     
– Duas medalhas olímpicas – prata em Pequim/2008 e bronze em Londres/2012     
– Integrante fundador da Star Sailors League, um circuito global de competições em franca ascensão, como uma ATP da vela, com ampla cobertura midiática. Scheidt foi o campeão da primeira edição, em 2013, ao lado de Bruno Prada, e vice-campeão em 2017 e 2018, com Henry Boenning     

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.