Especiais

Personagens de LoL e Valorant trazem referências ao combate a xenofobia

A fala de Neon e Zeri “eu pertenço aqui, todos nós pertencemos aqui” faz referência
a um ataque brutal que aconteceu em março de 2021 contra uma senhora Filipina
próximo a Times Square.

Na época o The New York Times Publicou sobre o
acontecimento da seguinte maneira: “Os seguranças não intervieram enquanto um
homem chutava e pisoteava uma mulher de 65 anos perto da Times Square,
gritando: “Você não pertence aqui”.

Grande parte dos jogos costumam incluir em cada personagem uma história de vida
e falas de ação. Isso acontece, pois, todas as histórias e falas deixam o jogo muito
mais emocionante e instiga os jogadores a conhecer sobre as habilidades de seu
personagem. Dessa vez não foi diferente.

Recentemente a Riot Games, empresa
dos jogos Valorant e LoL (League of Legends), anunciou novas atualizações e com
elas duas personagens esperadas. A personagem “Zeri” em League of Legends e
“Neon” em Valorant. Os gamers logo buscaram entender a fala das personagens,
que é a mesma.
“Eu pertenço aqui, todos nós pertencemos aqui”, diz Neon e Zeri em seus
respectivos jogos. A fala é uma ação de combate a fala “você não pertence aqui”
dita pelo agressor no ataque relatado.

Ainda no mesmo ano (2021), a CNN Brasil divulgou que segundo o Centro para
Estudo de Ódio e Extremismo dos Estados Unidos, os ataques a asiáticos nos EUA
aumentaram 150% durante a pandemia.

Com toda repercussão, o escritor de narrativas da Riot Games, Michael Luo,
publicou na última segunda-feira (10/01/2022) em seu twitter:
“Em março de 2021, li este artigo. É a razão pela qual Neon e Zeri dizem “Eu
pertenço aqui. Todos nós pertencemos aqui.” Um lembrete. #StopAsianHate“
Além de toda essa referência, a história da personagem Neon a mostra como
“agente das Filipinas”.

No dia 06 de janeiro de 2022, quando foi divulgada, os canais
oficiais da Valorant a apresentaram dizendo: “Bem-vinda ao VALORANT, Neon.
Nossa mais nova Agente, nascida em Manila, entrará em cena no Episódio 4:
Disrupção. Pegue os equipamentos e prepare-se!”

A referência apresentada pelo jogo é de extrema importância para a
conscientização na comunidade dos e-Sports, visto que, o tema – Xenofobia – ainda
é um assunto, infelizmente, comum, e inclusive presente no meio gamer.

Por Julia Helen – estagiária

Fonte: +MAISESPORTS

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.